França tornou-se no país europeu com mais pedidos de asilo

França tornou-se no país europeu com mais pedidos de asilo, pela primeira vez desde o início da crise migratória em 2015, afirmou hoje em Paris o ministro do Interior.

França tornou-se no país europeu com mais pedidos de asilo

França tornou-se no país europeu com mais pedidos de asilo

França tornou-se no país europeu com mais pedidos de asilo, pela primeira vez desde o início da crise migratória em 2015, afirmou hoje em Paris o ministro do Interior.

“A França tornou-se desde 20 de outubro no primeiro país em termos de pedidos de asilo na Europa, embora a entrada na Europa continue a baixar. É uma anomalia estatística em que devemos trabalhar”, declarou o ministro Christophe Castaner após um encontro com o seu homólogo da Geórgia sobre cooperação migratória.

Há quatro anos, no auge da crise migratória, a França registava 80.075 pedidos de asilo, enquanto a Alemanha recebia 890 mil, dez vez mais.

Segundo fonte oficial do Ministério do Interior francês, citada pela AFP, no dia 17 deste mês havia 120.900 pedidos de asilo em França, enquanto a Alemanha tinha 119.900.

A mesma fonte adiantou à France-Presse que estes dados podem ser justificados com o facto de os migrantes não terem conseguido asilo noutros locais, pedindo-o a França.

França anunciou já que vai mesmo avançar com introdução de quotas para a imigração económica e com a alteração de regras nos pedidos de asilo.

Para quem entra em França pedindo asilo ou vê o seu visto expirar, o período de acesso livre ao sistema de saúde vai ser reduzido de um ano para seis meses, com um período de carência de três meses até se poder aceder à Segurança Social no país — excluindo os menores, que terão acesso universal.

ARP (CYF) // SR

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS