França acusa Rússia de impor insegurança alimentar a países em desenvolvimento

O embaixador francês junto da ONU, Nicolas de Rivière, acusou hoje a Rússia impor aos países em desenvolvimento, intencionalmente, insegurança alimentar e desnutrição, após Moscovo ter suspendido a sua participação no acordo de exportação de cereais ucranianos.

França acusa Rússia de impor insegurança alimentar a países em desenvolvimento

França acusa Rússia de impor insegurança alimentar a países em desenvolvimento

O embaixador francês junto da ONU, Nicolas de Rivière, acusou hoje a Rússia impor aos países em desenvolvimento, intencionalmente, insegurança alimentar e desnutrição, após Moscovo ter suspendido a sua participação no acordo de exportação de cereais ucranianos.

As declarações de Rivière foram feitas numa reunião do Conselho de Segurança das Nações Unidas (ONU) convocada pela Rússia, que citou um alegado ataque em 29 de outubro contra os seus navios no Mar Negro para suspender a sua participação na iniciativa.

O representante russo junto da ONU, Vasily Nebenzya, alegou perante o Conselho de Segurança que a Ucrânia usou o corredor marítimo aberto pelo acordo de exportação “para propósitos militares”.

Contudo, Rivière ressaltou que a Rússia não apresentou provas das suas acusações e que quer “apenas distorcer a realidade”.

“Esta chantagem russa tem de acabar. (…) Esta reunião é mais um episódio da campanha de desinformação da Rússia, que usa o Conselho de Segurança como plataforma de propaganda”, declarou o embaixador francês.

“A Rússia está a escolher impor insegurança alimentar e desnutrição ao mundo inteiro e, em particular, aos países em desenvolvimento que dependem das exportações ucranianas”, acrescentou.

MYMM // PDF

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS