Forças militares pró-governamentais iemenitas tomam hospital de Hodeida

Forças militares pró-governamentais iemenitas tomam hospital de Hodeida

As forças militares pró-governamentais iemenitas tomaram o maior hospital da cidade estratégica portuária de Hodeida, tendo feito pelo menos dois prisioneiros rebeldes huthi, afirmaram hoje fontes oficiais militares.

Os militares pró-governamentais, apoiados por ataques da aviação saudita, entraram na cidade de Hodeida na quinta-feira, tendo avançado alguns quilómetros para sul e para leste em direção ao porto e, na noite de sexta-feira, tomaram o Hospital de 22 Maio aos rebeldes, segundo as mesmas fontes.

O Hospital de 22 de Maio é a principal instalação de saúde da cidade e serve de plataforma para que os aviões médicos aterrem e levantem.

A ofensiva militar em Hodeida foi suspensa em julho para dar tempo aos esforços dos mediadores da ONU – Organização das Nações Unidas.

Após o fracasso, em setembro, da mediação da ONU para chegar a um acordo político, a coligação anunciou que retomava o assalto à cidade de Hodeida, o que se intensificou a partir de 01 de novembro.

Desde 2015 que as forças lealistas, que fazem parte da coligação militar liderada pela Arábia Saudita, tentam derrotar os huthis em vastas regiões no norte e do centro do país, incluindo a capital Saana, e que são apoiados pelo Irão.

Centenas de milhares de iemenitas fugiram da zona de Hodeida devido a esta ofensiva da coligação liderada pelos sauditas para tomar a cidade portuária do mar Vermelho aos rebeldes xiitas, de acordo com a agência da ONU para os refugiados.

Cerca de 445.000 dos residentes de Hodeida fugiram desde junho, um número que sublinha a difícil situação que se vive dentro e à volta da cidade que serve de principal ponto de entrada para alimentos e ajuda humanitária, indicou o Alto-Comissariado da ONU para os Refugiados (ACNUR).

A população daquela região é de cerca de três milhões de habitantes, de acordo com números do Conselho de Refugiados Norueguês.

JS (ANC) // SB

By Impala News / Lusa

Siga a Impala no Instagram

Impala Instagram


RELACIONADOS

Forças militares pró-governamentais iemenitas tomam hospital de Hodeida

As forças militares pró-governamentais iemenitas tomaram o maior hospital da cidade estratégica portuária de Hodeida, tendo feito pelo menos dois prisioneiros rebeldes huthi, afirmaram hoje fontes oficiais militares.