Força Aérea suspende operações com ‘drones’ após aterragem forçada em Alcácer do Sal

A Força Aérea Portuguesa (FAP) anunciou a suspensão das operações com os seus ‘drones’ até à conclusão da investigação à aterragem forçada de um destes aparelhos ocorrida hoje no concelho de Alcácer do Sal, distrito de Setúbal.

Força Aérea suspende operações com 'drones' após aterragem forçada em Alcácer do Sal

Força Aérea suspende operações com ‘drones’ após aterragem forçada em Alcácer do Sal

A Força Aérea Portuguesa (FAP) anunciou a suspensão das operações com os seus ‘drones’ até à conclusão da investigação à aterragem forçada de um destes aparelhos ocorrida hoje no concelho de Alcácer do Sal, distrito de Setúbal.

Em comunicado, a FAP informa que uma aeronave não tripulada (‘drone’) sua, que estava a operar a partir da Base Aérea N.º 11, em Beja, de onde tinha descolado às 11:10 para uma missão de vigilância aérea na zona sul de Portugal, “realizou uma aterragem forçada” na zona do Torrão, concelho de Alcácer do Sal, distrito de Setúbal, às 11:40.

“A aeronave foi dirigida para uma área isolada, não colocando em risco população ou habitações”, frisa a FAP, referindo que “as causas do acidente já estão sob investigação do Gabinete de Prevenção de Acidentes da Força Aérea”.

Segundo a FAP, “até à conclusão” da investigação, “as operações com este tipo de aeronaves estão suspensas nas outras bases de operação (Lousã e Mirandela)”.

A FAP frisa que, “nesta altura de maior risco, irá empenhar aeronaves tripuladas para a realização das missões de vigilância aérea e deteção de fogos”.

Em informações prestadas à agência Lusa hoje de manhã, fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Setúbal referiu ter registo da queda de um ‘drone’.

LL // ROC

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS