Exército russo diz ter destruído local de “supostos mercenários” estrangeiros em Kharkov

O exército russo disse hoje ter destruído, com mísseis de alta precisão, um local de supostos mercenários estrangeiros na região de Kharkov, no leste da Ucrânia, informou o Ministério da Defesa russo.

Exército russo diz ter destruído local de

Exército russo diz ter destruído local de “supostos mercenários” estrangeiros em Kharkov

O exército russo disse hoje ter destruído, com mísseis de alta precisão, um local de supostos mercenários estrangeiros na região de Kharkov, no leste da Ucrânia, informou o Ministério da Defesa russo.

“Na cidade de Avdiivka, na região de Kharkov, uma base de mercenários foi destruída com mísseis aéreos de alta precisão”, anunciou o porta-voz da Defesa, tenente-general Igor Konahsenkov.

De acordo com o comando militar, durante o último dia a aeronave russa destruiu, com mísseis aéreos, nove centros de concentração de militares e equipamentos ucranianos, cinco posições de lançadores múltiplos em cidades da região de Lugansk e um sistema de mísseis antiaéreos Buk-M1 em Donetsk.

A aviação tática e de assalto atacou 48 centros de concentração de forças e equipamentos de guerra, com um saldo de 170 soldados mortos e cinco tanques, seis peças de artilharia, oito veículos e um armazém de munições destruído na região de Donetsk.

Os sistemas de defesa aérea russos derrubaram duas aeronaves MiG-29 nas regiões de Mikolaiv e Kharkov, bem como 12 drones nas regiões de Luhansk e Kharkov, referiu o comando militar.

Além disso, intercetaram ainda três mísseis Uragán na região de Kharkov.

Por sua vez, a artilharia russa atacou 231 centros de concentração de forças e equipamentos de guerra do exército ucraniano, além de 13 postos de comando e 42 posições de artilharia, e causou mais de 300 baixas nas forças ucranianas.

O fogo da artilharia russa destruiu também, de acordo com as informações, 11 veículos blindados, dois lançadores múltiplos Grad, dez peças de artilharia, nove veículos e nove armas, munições e depósitos de combustível.

RCP // MSF

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS