Ex-primeiro-ministro búlgaro Boyko Borissov detido em investigação por corrupção

O conservador Boyko Borissov, primeiro-ministro da Bulgária entre 2009 e 2021, foi hoje detido na sequência de uma investigação da procuradoria-geral europeia sobre casos de corrupção, divulgou o Ministério do Interior búlgaro.

Ex-primeiro-ministro búlgaro Boyko Borissov detido em investigação por corrupção

Ex-primeiro-ministro búlgaro Boyko Borissov detido em investigação por corrupção

O conservador Boyko Borissov, primeiro-ministro da Bulgária entre 2009 e 2021, foi hoje detido na sequência de uma investigação da procuradoria-geral europeia sobre casos de corrupção, divulgou o Ministério do Interior búlgaro.

Além de Boyko Borissov, também foram detidos vários ex-membros dos seus governos, incluindo o ex-ministro das Finanças, Vladislav Goranov.

Segundo o Ministério do Interior búlgaro, o ex-primeiro-ministro foi detido durante 24 horas.

Estas detenções ocorreram após a visita, que decorreu entre quarta-feira e hoje, da procuradora-geral europeia, Laura Kövesi, que está a analisar cerca de 120 queixas recebidas do país do báltico por alegados atos de corrupção, segundo noticiaram vários órgãos de comunicação locais.

“Uma operação de investigação em grande escala está em andamento em consonância com 120 processos do Ministério Público Europeu na Bulgária”, destacou ainda o Ministério do Interior no comunicado.

Segundo a agência de notícias búlgara Novinite, esta investigação de grande escala recai sobre 120 casos de utilização abusiva de fundos da União Europeia.

O atual primeiro-ministro da Bulgária, Kiril Petkov, reagiu a esta operação através da rede social Facebook, frisando que “ninguém está acima da lei”.

Boyko Borissov, do partido conservador GERB, foi primeiro-ministro da Bulgária entre 2009 e 2013, seguindo-se um mandato entre 2014 e 2017 e outro entre 2017 e 2021.

 

DMC //RBF

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS