Espanha saúda “nova etapa” no Brasil e quer aprofundar parcerias

O Governo espanhol saudou hoje a “nova etapa” no Brasil, “guiada pela justiça social, a igualdade e luta contra as alterações climáticas”, e quer aprofundar parcerias após a vitória de Lula da Silva nas eleições presidenciais de domingo.

Espanha saúda

Espanha saúda “nova etapa” no Brasil e quer aprofundar parcerias

O Governo espanhol saudou hoje a “nova etapa” no Brasil, “guiada pela justiça social, a igualdade e luta contra as alterações climáticas”, e quer aprofundar parcerias após a vitória de Lula da Silva nas eleições presidenciais de domingo.

“A vitória de Lula significa o início de uma nova etapa política no Brasil guiada pela justiça social, a igualdade e a luta contra as alterações climáticas, valores que o Governo de Espanha partilha”, lê-se num comunicado do executivo de Madrid, liderado pelo socialista Pedro Sánchez.

Espanha vai continuar a desenvolver a sua “parceria estratégica bilateral com o Brasil”, “em favor do bem-estar” das populações dos dois países, “a partir dos estreitos laços económicos, demográficos, culturais e históricos que unem” brasileiros e espanhóis e dos “profundos valores partilhados”, segundo o meso texto.

O executivo de Madrid acrescenta que os dois países vão trabalhar pela concertação no plano multilateral (nas instituições e organismos internacionais) e no âmbito ibero-americano “para enfrentar de forma conjunta os importantes desafios globais”.

No texto, distribuído pelo Ministério dos Negócios Estrangeiros em nome do governo espanhol, Madrid felicita Luís Inácio Lula da Silva e “o povo e as instituições brasileiras pelo seu civismo” durante o processo eleitoral, “prova do seu firme compromisso com a democracia”.

No domingo à noite, o primeiro-ministro espanhol, Pedro Sánchez, já tinha felicitado Lula da Silva, numa publicação na rede social Twitter em que disse que o Brasil escolheu “o progresso e a esperança” nas eleições presidenciais de domingo.

“Trabalharemos juntos pela justiça social, a igualdade e contra as alterações climáticas. Os teus êxitos serão os do povo brasileiro”, escreveu Sánchez, que é também líder do Partido Socialista Operário Espanhol (PSOE), dirigindo a Lula da Silva.

O primeiro-ministro de Espanha foi um dos líderes internacionais que manifestou apoio a Lula da Silva na campanha para estas eleições.

Luiz Inácio Lula da Silva, 77 anos, foi eleito no domingo Presidente do Brasil, com 50,90% dos votos, derrotando o atual chefe de Estado, Jair Bolsonaro (extrema-direita), que obteve 49,10%, quando estavam contadas 99,93% das secções eleitorais.

Lula da Silva, que já cumpriu dois mandatos entre 2003 e 2011, regressa ao Palácio do Planalto.

MP (PJA) // PJA

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS