Espanha aposta em diálogo “ao mais alto nível” com América Latina durante presidência da UE

O ministro dos Negócios Estrangeiros espanhol reiterou hoje que Espanha apostará no diálogo “ao mais alto nível” entre a União Europeia e a Comunidade de Estados da América Latina quando assumir a presidência europeia, no segundo semestre de 2023.

Espanha aposta em diálogo

Espanha aposta em diálogo “ao mais alto nível” com América Latina durante presidência da UE

O ministro dos Negócios Estrangeiros espanhol reiterou hoje que Espanha apostará no diálogo “ao mais alto nível” entre a União Europeia e a Comunidade de Estados da América Latina quando assumir a presidência europeia, no segundo semestre de 2023.

“É um compromisso nosso, com o entendimento de que a América latinha e o Caribe é a região, de longe, mais ‘eurocompatível’ do planeta”, afirmou José Manuel Albares, citado pela agência de notícias EFE, em Buenos Aires, durante uma sessão da Comissão Económica para a América Latina e o Caribe (Cepal).

Espanha vai assumir a presidência da União Europeia no segundo semestre de 2023 e o primeiro-ministro espanhol, Pedro Sánchez, já anunciou que pretende organizar e ser anfitrião nesse período de uma cimeira entre a União Europeia (UE) e Comunidade da América Latina e das Caraíbas (CELAC), que não se realiza desde 2015.

O ministro dos negócios estrangeiros (MNE) de Espanha insistiu hoje no “firme compromisso” espanhol com a comunidade de estados da América Latina e do Caribe.

José Manuel Albares disse que “a resposta de Espanha” aos “momentos tão convulsos atuais”, por causa das consequências da pandemia e da guerra da Ucrânia nas economias de todo o mundo, “é clara” e Madrid continuará “a apostar” na América Latina e no Caribe “e num desenvolvimento sustentável”, realçando a “comunidade de valores” que une a Europa e esta região.

Segundo o ministro, em concreto, Espanha vai continuar a trabalhar no acesso dos estados da América Latina aos mecanismos de financiamento internacional, seja no âmbito da UE ou de instituições financeiras, e impulsionará as trocas comerciais e de investimento entre as duas regiões.

Albares está na Argentina para participar, na quinta-feira, na reunião de ministros dos Negócios Estrangeiros da CELAC e da UE, na qual estará também o MNE português, João Gomes Cravinho.

MP // PDF

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS