Embaixador britânico nos EUA considera Trump inapto em mensagens diplomáticas

O embaixador britânico nos Estados Unidos considera o Presidente Donald Trump como inapto, descrevendo-o como muito fragilizado por lutas internas e sem condições de melhorar desempenho, revelam mensagens diplomáticas divulgadas hoje pelo jornal Mail on Sunday.

Embaixador britânico nos EUA considera Trump inapto em mensagens diplomáticas

Embaixador britânico nos EUA considera Trump inapto em mensagens diplomáticas

O embaixador britânico nos Estados Unidos considera o Presidente Donald Trump como inapto, descrevendo-o como muito fragilizado por lutas internas e sem condições de melhorar desempenho, revelam mensagens diplomáticas divulgadas hoje pelo jornal Mail on Sunday.

As mensagens publicadas sem autorização contêm duras críticas do embaixador Kim Darroch sobre o estado atual da Administração Trump, fornecendo uma visão rara sobre a forma como um alto diplomata britânico vê o Governo do maior aliado do Reino Unido.

“Não acreditamos realmente que esta Administração se torne substancialmente mais normal; menos disfuncional; menos imprevisível; menos dividida; menos diplomaticamente inapta”, escreveu Kim Darroch numa dos documentos hoje divulgados, cuja totalidade cobre o período de 2017 até ao presente.

O Ministério dos Negócios Estrangeiros do Reino Unido não contestou a autenticidade dos documentos, considerando que a sua divulgação constituiu um “comportamento pernicioso”.

É esperado que os diplomatas forneçam avaliações honestas da política dos países onde estão destacados, acrescentou o ministério britânico.

As mensagens do embaixador também caraterizam a política de Trump relativa ao Irão como “incoerente e caótica”, referindo-se à retirada, em 2018, dos Estados Unidos do acordo sobre energia nuclear assinado com o Irão e vários países da Europa.

Temos dúvidas sobre se a Casa Branca “parecerá alguma vez competente”, afirmou Kim Darroch, adiantando que a única forma de comunicar com o Presidente norte-americano é ser muito simples e direto.

O embaixador referiu-se ainda à visita de Trump ao Reino Unido, em junho passado, dizendo que o Presidente norte-americano ficou “deslumbrado” com a pompa britânica das reuniões com a rainha Isabel II, mas avisou que Donald Trump não mudará, por isso, nenhuma das suas prioridades.

“Esta ainda é a terra da ‘Primeiro a América'”, refere.

As opiniões de Kim Darroch sobre o Presidente norte-americano podem ser mútuas, já que Donald Trump afirmou, após a sua eleição em 2016, que o defensor do ‘Brexit’ Nigel Farage seria um excelente embaixador britânico nos Estados Unidos.

PMC // VM

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS