Eleitos 12 representantes de Macau à 14.ª Assembleia Popular Nacional da China

A Região Administrativa Especial de Macau (RAEM) elegeu hoje os 12 candidatos à 14.ª Assembleia Popular Nacional (APN), a principal legislatura da China.

Eleitos 12 representantes de Macau à 14.ª Assembleia Popular Nacional da China

Eleitos 12 representantes de Macau à 14.ª Assembleia Popular Nacional da China

A Região Administrativa Especial de Macau (RAEM) elegeu hoje os 12 candidatos à 14.ª Assembleia Popular Nacional (APN), a principal legislatura da China.

Os 12 representantes do território deverão iniciar o mandato de cinco anos em março, na sessão anual da APN, que junta um total de cerca de três mil delegados.

O chefe do Governo de Macau, Ho Iat Seng, presidiu à segunda sessão plenária da Conferência Eleitoral, com a participação de 486 membros.

O secretário-geral do Comité Permanente da APN, Yang Zhenwu, que participou na reunião, saudou a eleição como “um processo aberto, imparcial e justo”.

O responsável manifestou confiança que os representantes eleitos “serão patriotas, respeitarão a Constituição da República Popular da China e a Lei Básica da RAEM e aplicarão o princípio ‘um país, dois sistemas’, de modo a salvaguardar a soberania chinesa, a segurança e os interesses do desenvolvimento, e contribuir para a prosperidade e estabilidade, a longo prazo, de Macau”.

Dos 12 candidatos, o mais votado foi Lao Ngai Leong, vice-presidente da Federação dos Chineses Ultramarinos, seguido pelo presidente da Assembleia Legislativa (AL) de Macau, Kou Hoi In, e, em terceiro, pelo empresário Kevin Ho, acionista do grupo Global Media, de acordo com a imprensa local.

A sessão anual da APN, que serve tradicionalmente para apresentar grandes iniciativas, decorre em paralelo com a da Conferência Política Consultiva do Povo Chinês (CPCPC), uma espécie de senado, sem poderes legislativos.

EJ (JPI) // VM

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS