Eleitores no Cazaquistão votam alterações à constituição do país

O referendo foi convocado pelo Presidente Kassym-Jomart Tokayev após violentas manifestações no país, em janeiro deste ano, que fizeram mais de 230 mortos

Eleitores no Cazaquistão votam alterações à constituição do país

Eleitores no Cazaquistão votam alterações à constituição do país

O referendo foi convocado pelo Presidente Kassym-Jomart Tokayev após violentas manifestações no país, em janeiro deste ano, que fizeram mais de 230 mortos

Moscovo, 06 jun 2022 (Lusa) — O Cazaquistão votou este domingo num referendo sobre alterações à constituição do país, vistas como uma tentativa de repudiar o legado do ex-presidente Nursultan Nazarbayev, que liderou a ex-república soviética durante três décadas.

Segundo sondagens à boca da urna, citadas pelo jornal cazaque The Astana Times, 76,6% dos eleitores votaram a favor da revisão.

O referendo inclui a proibição da pena de morte e a interdição de alguns detentores de cargos públicos de aderirem a partidos políticos.

Em abril, o Presidente Kassym-Jomart Tokayev abandonou o partido governante Amanat, ao qual presidia, dizendo que o chefe de Estado deve “distanciar-se” das forças políticas.

A votação foi convocada por Tokayev, após violentas manifestações no país, em janeiro deste ano, que fizeram mais de 230 mortos.

Os protestos foram desencadeados por um aumento acentuado dos preços dos combustíveis, mas acabaram por refletir outras preocupações da população, como a estagnação da economia e a liderança de um governo autoritário, refere a agência de notícias Associated Press (AP).

Em março, Tokayev prometeu reformas políticas, incluindo a redução do poder da Presidência e o reforço dos poderes do parlamento. Apelou também a um menor envolvimento do Governo na economia e à redução do fosso entre os ricos e os pobres.

CAD // VQ

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS