Eleições/EUA: No último dia, Trump e Biden ainda disputam votos decisivos

No último dia de campanha presidencial, Donald Trump tem cinco comícios em quatro Estados numa corrida para tentar recuperar a diferença que o separa de Joe Biden, que continua à frente nas sondagens.

Eleições/EUA: No último dia, Trump e Biden ainda disputam votos decisivos

Eleições/EUA: No último dia, Trump e Biden ainda disputam votos decisivos

No último dia de campanha presidencial, Donald Trump tem cinco comícios em quatro Estados numa corrida para tentar recuperar a diferença que o separa de Joe Biden, que continua à frente nas sondagens.

A agenda do atual presidente dos Estados Unidos da América para hoje revela que vai estar em quatro Estados fundamentais para tentar ganhar votos que ainda podem ser decisivos.

Tal como no domingo, Donald Trump participa hoje em cinco comícios: O dia do republicano de 74 anos começou na Carolina do Norte, seguiu para a Pensilvância, Michigan, Wisconsin e, no final, regressa ao Michigan.

Já Joe Biden, que continua com uma vantagem de 6,7 pontos nas sondagens, começou o último dia de campanha em Cleveland, antes de seguir para a Pensilvânia, onde tem vários eventos agendados.

Em Pittsburg, o candidato democrata vai participar num rally ‘drive-in’ ao lado da cantora Lady Gaga. Na terça-feira, Biden promete estar novamente no seu estado natal, a Pensilvânia.

Nesta corrida eleitoral, Joe Biden mantém a vantagem, tendo neste momento 51% das intenções de voto contra 44,3% de Donald Trump, segundo o site RealClearPolitics, citado pela agência de notícias francesa France-Presse (AFP).

Também nas eleições realizadas em 2016, quando Trump venceu Hillary Clinton, as sondagens davam uma vitória à candidata democrata, mas por uma vantagem bem menor.

Agora, os democratas mantêm uma vantagem confortável em regiões como Michigan (mais 5,1 pontos percentuais), Wisconsin (6,6) ou Pensilvânia (4,3). Mas também existem Estados onde a vitória ainda não está desenhada, como é o caso da Flórida, Arizona ou Carolina do Norte.

Nestes dois últimos estados — Arizona e Carolina do Norte — o número de pessoas que já votou ultrapassa 90% de todos os votantes das últimas eleições.

Nos EUA é permitido o voto antecipado, que pode ser feito presencialmente ou enviado por correio e, segundo os últimos dados, já exerceram o seu direito mais de 97 milhões de pessoas.

No entanto, o dia oficial para a eleição presidencial nos Estados Unidos é terça-feira. Esta será a 59.ª eleição presidencial do país e os primeiros a exercer o seu direito no dia 3 de novembro serão os eleitores de duas aldeias de New Hampshire: Dixville Notch e Millsfield, uma vez que as urnas abrem às 00:00.

Neste pequeno Estado do nordeste americano permitem que os municípios com menos de cem habitantes abram as suas secções de voto à meia-noite e que estas possam ser encerradas apenas quando todas as pessoas inscritas tenham cumprido o seu dever cívico.

Já nos Estados da zona leste do país, a maioria das secções eleitorais vai abrir apenas às 06:00 ou 07:00 de terça-feira.

SIM // JLS

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS