Eleições gerais do próximo ano em Moçambique vão custar 245 milhões de dólares

Eleições gerais do próximo ano em Moçambique vão custar 245 milhões de dólares

As sextas eleições gerais moçambicanas marcadas para 2019 vão custar 245 milhões de dólares (214 milhões de euros), quase o dobro do que foi gasto em 2014, disse hoje o ministro da Economia e Finanças, Adriano Maleiane.

Adriano Maleiane considerou a realização das eleições gerais um fator de pressão sobre o Orçamento do Estado de 2019, mas assegurou que a despesa pública está controlada.

Maleiane debruçou-se sobre o controlo da despesa pública, quando falava numa conferência sobre a economia moçambicana organizada pelo grupo britânico Financial Times.

“Uma parte do dinheiro necessário para a realização das eleições gerais de 2019 está assegurada, falta ainda garantir a outra parte, mas terá de ser mobilizada, porque o país tem a tradição de cumprir os prazos de realização de eleições”, sublinhou.

No conjunto das despesas correntes, “as eleições são um acontecimento episódico”, porque se realizam de cinco em cinco anos, mas não comprometem o esforço de consolidação fiscal que o Governo está a empreender, prosseguiu.

Adriano Maleiane defendeu que a consolidação fiscal não tem de implicar cortes na despesa, sobretudo nas áreas sociais, mas passa por impor maior eficiência nos gastos.

“Com os escassos recursos disponíveis, temos de fazer mais e melhor”, assinalou Adriano Maleiane.

O ministro da Economia e Finanças moçambicano afirmou que o controlo nos gastos permitiu a redução despesa pública de 34,5% em 2014 para 30,3% este ano.

PMA // VM

By Impala News / Lusa

Siga a Impala no Instagram

Impala Instagram


RELACIONADOS

Eleições gerais do próximo ano em Moçambique vão custar 245 milhões de dólares

As sextas eleições gerais moçambicanas marcadas para 2019 vão custar 245 milhões de dólares (214 milhões de euros), quase o dobro do que foi gasto em 2014, disse hoje o ministro da Economia e Finanças, Adriano Maleiane.