Dois mortos e 25 feridos em ataque a edifício de campanha eleitoral no Afeganistão

Pelo menos duas pessoas morreram hoje e 25 ficaram feridas na explosão seguida de ataque armado, em Cabul, a instalações de campanha do primeiro vice-presidente da lista do chefe de Estado afegão Ashraf Ghani, candidato à reeleição para a Presidência.

Dois mortos e 25 feridos em ataque a edifício de campanha eleitoral no Afeganistão

Dois mortos e 25 feridos em ataque a edifício de campanha eleitoral no Afeganistão

Pelo menos duas pessoas morreram hoje e 25 ficaram feridas na explosão seguida de ataque armado, em Cabul, a instalações de campanha do primeiro vice-presidente da lista do chefe de Estado afegão Ashraf Ghani, candidato à reeleição para a Presidência.

Este ataque ocorreu no primeiro dia de campanha para as eleições presidenciais, que estão marcadas para 28 de setembro, com as autoridades afegãs a referirem que, após uma forte explosão, “homens armados entraram nas instalações” da ‘Tendência Verde’ (AGT), um movimento político formado por Amrullah Saleh, primeiro vice-presidente da lista da candidatura de Ashraf Ghani.

De acordo com as informações avançadas pelo porta-voz do Ministério do Interior, Nasrat Rahimi, o candidato a vice-presidente e ex-ministro do Interior, Amrullah Saleh, foi “evacuado do prédio e transportado para um local seguro”.

O mesmo responsável referiu também que as forças policiais tinham conseguido libertar o primeiro e segundo andares do prédio, numa altura em que os tiroteios ainda decorriam e os homens armados se encontravam no interior do edifício.

Através do Twitter, o Presidente Ashraf Ghani também afirmou que Saleh tinha escapado ileso de um ataque que classificou de “complexo”.

Informações avançadas pela Associated Press, citando o porta-voz do Ministério da Saúde, confirmam a existência de duas vítimas mortais, entre elas uma mulher, e de duas dezenas e meia de feridos.

Outra das vítimas mortais será um dos três atiradores que entraram no edifício, que foi atingido durante o tiroteio.

Cerca de 40 pessoas que se encontravam no interior do edifício foram, entretanto, resgatadas pelas autoridades.

Um carro-bomba estará na origem desta explosão que foi sentida em toda a capital do Afeganistão, de acordo com os depoimentos das autoridades policiais locais.

As eleições marcadas para 28 de setembro são disputadas pelo atual Presidente e pelo chefe do Governo, Abdullah Abdullah, com Ghani a apostar num segundo mandato deixando promessas de pôr fim à guerra de 18 anos.

O ataque ainda não foi reivindicado, mas tanto os Talibãn como o Estado Islâmico se têm mostrado ativos e têm estado na origem de vários ataques.

No passado domingo, um homem-bomba fez-se explodir junto a uma esquadra na província de Ghazni, matando quatro polícias.

LT // JPS

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS