Dez estados da Venezuela sofrem cortes de energia elétrica

Várias zonas de 10 dos 23 estados da Venezuela registaram hoje apagões no fornecimento de energia elétrica, confirmou a estatal Corporação Elétrica Nacional (Corpoelec), após organizações terem alertado para cortes desde as primeiras horas da manhã.

Dez estados da Venezuela sofrem cortes de energia elétrica

Dez estados da Venezuela sofrem cortes de energia elétrica

Várias zonas de 10 dos 23 estados da Venezuela registaram hoje apagões no fornecimento de energia elétrica, confirmou a estatal Corporação Elétrica Nacional (Corpoelec), após organizações terem alertado para cortes desde as primeiras horas da manhã.

A Corpoelec informou que os trabalhadores da empresa estão a realizar “manobras” para recuperar o serviço em vários municípios dos estados de Aragua, Carabobo, Guárico, Trujillo, Mérida, Zulia, Yaracuy, Cojedes, Lara e Barinas.

O Observatório Venezuelano de Serviços Públicos (OVSP), numa publicação na sua conta na rede social Twitter, assegurou que, com base na monitorização de redes e meios digitais, foram detetadas denúncias por cortes elétricos em algumas zonas de Caracas, no distrito capital do país, assim como em Maracay, capital do estado de Aragua; Mérida, na região de Mérida; e Naguanagua, em Carabobo.

No entanto, a Corpoelec reconheceu que as falhas ocorreram em mais regiões do que as indicadas pelo OVSP.

O líder da oposição Juan Guaidó responsabilizou “a ditadura de [Nicolás] Maduro pelo colapso do sistema elétrico nacional, que mantém em perigo a população venezuelana”, segundo um ‘tweet’ publicado pela equipa do ex-deputado da Assembleia Nacional da Venezuela.

No primeiro trimestre deste ano, as falhas elétricas foram reduzidas em 64,6% em relação ao mesmo período de 2021, quando foram registadas 38.004 em comparação a 13.423 interrupções do serviço contabilizadas nos primeiros três meses deste ano, segundo informou à agência de notícias EFE o Comité de Afetados por Apagões, uma entidade independente que regista os cortes de energia elétrica.

Apesar de as instalações elétricas estarem sob custódia e controlo da Força Armada Nacional Bolivariana (FANB) desde 2013, as autoridades atribuem as falhas a “assaltos”, “ataques” ou “sabotagens” organizadas, principalmente, pelos Estados Unidos da América e Colômbia.

SSM // SCA

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS