Desemprego na OCDE cai pelo 4.º mês consecutivo em setembro

A taxa de desemprego no conjunto da OCDE caiu, pelo quarto mês consecutivo, em setembro, para 7,3% da população ativa, menos uma décima que em agosto, principalmente devido a quedas nos Estados Unidos, Canadá, México e Colômbia, foi anunciado.

Desemprego na OCDE cai pelo 4.º mês consecutivo em setembro

Desemprego na OCDE cai pelo 4.º mês consecutivo em setembro

A taxa de desemprego no conjunto da OCDE caiu, pelo quarto mês consecutivo, em setembro, para 7,3% da população ativa, menos uma décima que em agosto, principalmente devido a quedas nos Estados Unidos, Canadá, México e Colômbia, foi anunciado.

Num comunicado hoje divulgado, a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) afirma que o desemprego em setembro face ao mês anterior caiu cinco décimas nos Estados Unidos para 7,9%, três décimas no México para 4,7%, seis décimas na Colômbia para 16,6% e até 1,2 pontos no Canadá para 9%.

Na União Europeia a taxa de desemprego em setembro manteve-se em 7,5% e o mesmo se verificou na zona euro, com 8,3%, com Portugal a liderar as quedas.

Além de Portugal, onde a taxa recuou quatro décimas para 7,7% da população ativa, em Espanha o desemprego também baixou, designadamente duas décimas para 16,5%.

Contudo estas descidas foram compensadas por aumentos em países como a França (quatro décimas para 7,9%) ou a Irlanda (quatro décimas para 5,4%).

Apesar das quedas em setembro acima mencionadas, os países com mais desemprego entre os países da OCDE foram a Colômbia (16,6%) e Espanha (16,5%), não havendo dados atualizados para aquele mês para a Grécia, que registou uma taxa de 16,8% em agosto.

MC // MSF

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS