Desabamento da parede de uma escola deixa 11 crianças angolanas feridas na Huíla

O desabamento da parede de uma escola católica provocou ferimentos graves a 11 crianças, no município de Caconda, província angolana da Huíla, anunciou hoje o serviço de bombeiros local.

Desabamento da parede de uma escola deixa 11 crianças angolanas feridas na Huíla

Desabamento da parede de uma escola deixa 11 crianças angolanas feridas na Huíla

O desabamento da parede de uma escola católica provocou ferimentos graves a 11 crianças, no município de Caconda, província angolana da Huíla, anunciou hoje o serviço de bombeiros local.

O desabamento da parede de uma escola católica provocou ferimentos graves a 11 crianças, no município de Caconda, província angolana da Huíla, anunciou hoje o serviço de bombeiros local. Segundo o porta-voz em exercício do comando provincial do Serviço de Proteção Civil e Bombeiros da Huíla, Fernando Matias, o incidente foi registado na segunda-feira e atingiu as crianças, com idades entre os 10 e os 13 anos.

Fernando Matias, citado pela agência noticiosa angolana, Angop, referiu que a escola, afeta à capela “Nossa Senhora Rainha dos Apóstolos”, ficou com a parede da sala onde se encontravam as crianças destruída, na sequência do desabamento de uma residência vizinha, feita de adobe (blocos de barro).O responsável frisou que não foram registadas mortes, mas quatro dos feridos, que tiveram lesões com fraturas expostas, foram transferidos para o Hospital de Caluquembe, para assistência especializada.

LEIA MAIS Mais de 40% dos universitários com baixos níveis de literacia em saúde

 

 

Impala Instagram


RELACIONADOS