Cristas propõe abertura da travessia fluvial do Tejo à concorrência dos privados

A líder do CDS-PP defendeu hoje a abertura à concorrência dos privados da travessia fluvial do Tejo como uma das respostas possíveis aos problemas das contínuas greves que afetam os utentes deste serviço.

Cristas propõe abertura da travessia fluvial do Tejo à concorrência dos privados

Cristas propõe abertura da travessia fluvial do Tejo à concorrência dos privados

A líder do CDS-PP defendeu hoje a abertura à concorrência dos privados da travessia fluvial do Tejo como uma das respostas possíveis aos problemas das contínuas greves que afetam os utentes deste serviço.

Em entrevista à TVI, Assunção Cristas sublinhou que o Governo do PS enfrentou mais greves nos transportes do que o executivo anterior, do PSD/CDS, a que pertenceu, e explicou que uma das soluções propostas pelos centristas é “abrir à concorrência a travessia do Tejo”.

Mantendo “o investimento” e o serviço já existente, da Transtejo/Soflusa, a presidente dos centristas afirmou que “se os privados entenderem que interessa virem trabalhar e fazer essa travessia, devem poder fazê-lo”.

“A concorrência… eu acho que é benéfica”, afirmou Cristas, que é também vereadora do partido na Câmara de Lisboa, dando o exemplo da TAP e das empresas que também operam no setor dos transportes.

A Transtejo assegura as ligações fluviais entre o Seixal, Montijo, Cacilhas e Trafaria/Porto Brandão e Lisboa, enquanto a Soflusa é responsável por fazer a ligação entre o Barreiro e Lisboa, sendo ambas geridas pelo mesmo conselho de administração.

NS // SR

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS