Covid-19: Transportes públicos deixam de ter limites de lotação

Os transportes públicos vão deixar de ter limite de lotação a partir de segunda-feira, anunciou hoje a ministra de Estado e da Presidência.

Covid-19: Transportes públicos deixam de ter limites de lotação

Covid-19: Transportes públicos deixam de ter limites de lotação

Os transportes públicos vão deixar de ter limite de lotação a partir de segunda-feira, anunciou hoje a ministra de Estado e da Presidência.

Os transportes públicos vão deixar de ter limite de lotação a partir de segunda-feira, anunciou hoje a ministra de Estado e da Presidência, depois de o Conselho de Ministros ter decidido antecipado o alívio de restrições relativas à covid-19.

Mariana Vieira da Silva, primeira-ministra em exercício durante as férias do chefe do executivo, António Costa, falava após uma reunião de Conselho de Ministros extraordinária, que decidiu antecipar a segunda fase de desconfinamento para 23 de agosto, em virtude de se ter atingido uma taxa de vacinação contra a covid-19 de 70%.

“Os transportes públicos deixam de ter limitação da sua capacidade de lotação e passa a ser permitida a utilização dos bancos dianteiros no transporte em táxi e no transporte individual e remunerado de passageiros em veículos descaracterizados a partir de plataforma eletrónica”, lê-se no comunicado do Conselho de Ministros.

Os transportes públicos deixam assim de ter as limitações a que estavam sujeitos desde 10 de junho, ou seja, lotação de dois terços e, no caso de táxis e TVDE, proibição de utilização dos banco da frente.

LEIA AINDA
Luís Filipe Vieira ouvido na comissão parlamentar de inquérito ao Novo Banco
Luís Filipe Vieira assume que «não tem dinheiro para pagar as dívidas»
Luís Filipe Vieira garante não ter capacidade para pagar ao Novo Banco os 160 milhões de euros que lhe foram emprestados por esta instituição bancária. (… continue a ler aqui)

 

 

Impala Instagram


RELACIONADOS