Covid-19: São Tomé e Príncipe regista quatro casos positivos e eleva infeção para 967

São Tomé e Príncipe registou mais quatro casos positivos do novo coronavírus nos últimos seis dias, elevando as infeções acumuladas para 967, disse hoje a porta-voz do Ministério da Saúde.

Covid-19: São Tomé e Príncipe regista quatro casos positivos e eleva infeção para 967

Covid-19: São Tomé e Príncipe regista quatro casos positivos e eleva infeção para 967

São Tomé e Príncipe registou mais quatro casos positivos do novo coronavírus nos últimos seis dias, elevando as infeções acumuladas para 967, disse hoje a porta-voz do Ministério da Saúde.

De acordo com Isabel dos Santos, foram realizados 348 testes e quatro deram positivo, dois dos quais nas últimas 24 horas.

No hospital de campanha está apenas um cidadão internado, 33 estão em isolamento domiciliar, enquanto 917 são dados como tendo sido recuperados da doença.

O Governo decretou o estado de calamidade na segunda-feira, que se prolonga até ao dia 30 deste mês, tendo ordenado, em consequência “um reforço das equipas de fiscalização e de patrulha das forças de segurança”, para “contribuir para o melhor cumprimento” de um conjunto de 15 medidas sanitárias anunciadas.

Fonte policial disse à Lusa não ter “registado, até hoje, qualquer detenção por incumprimento dessas medidas”.

Em África, há 47.647 mortos confirmados em mais de 1,9 milhões de infetados em 55 países, segundo as estatísticas mais recentes sobre a pandemia no continente.

Angola regista 324 óbitos e 13.615 casos, seguindo-se Moçambique (116 mortos e 14.514 casos), Cabo Verde (103 mortos e 9.840 casos), Guiné Equatorial (85 mortos e 5.121 casos), Guiné-Bissau (43 mortos e 2.421 casos) e São Tomé e Príncipe (16 mortos e 967 casos).

O Brasil é o país lusófono mais afetado pela pandemia e um dos mais atingidos no mundo, ao contabilizar o segundo número de mortos (mais de 5,8 milhões de casos e 166.014 óbitos), depois dos Estados Unidos.

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 1.328.048 mortos resultantes de mais de 55 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

MYB // LFS

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS