Covid-19: São Tomé e Príncipe regista mais um óbito e 30 novas infeções

São Tomé e Príncipe registou nas últimas 24 horas mais um óbito por covid-19 e 30 novos casos positivos de infeção, totalizando 21 mortes e 1.578 pessoas infetadas pela doença, indica o boletim oficial do ministério da saúde.

Covid-19: São Tomé e Príncipe regista mais um óbito e 30 novas infeções

Covid-19: São Tomé e Príncipe regista mais um óbito e 30 novas infeções

São Tomé e Príncipe registou nas últimas 24 horas mais um óbito por covid-19 e 30 novos casos positivos de infeção, totalizando 21 mortes e 1.578 pessoas infetadas pela doença, indica o boletim oficial do ministério da saúde.

O documento não adiante a idade, sexo ou o distrito onde residia a nova vítima mortal do novo coronavírus, sublinhando apenas que os 30 casos positivos registados nas últimas 24 horas são todos na ilha de São Tomé.

De acordo com o documento, com estes novos números, estão sob vigilância domiciliar 338 pessoas, havendo sete pessoas internadas no hospital de campanha em São Tomé e 328 em isolamento domiciliar.

Na ilha do Príncipe não há pessoas internadas, e apenas três estão sob isolamento domiciliar.

Nas últimas 24 horas foram recuperadas 31 pessoas, sendo 24 em São Tomé e sete na Região Autónoma do Príncipe, elevando para um total de 1.220 as pessoas dadas como recuperadas da doença.

Entretanto, o Governo da Região Autónoma do Príncipe decidiu não propor ao Comité de Crise regional a prorrogação do Estado de Emergência, cujo prazo terminou sábado, passando vigorar na ilha o Estado de Calamidade, indica em comunicado.

No documento, a cuja cópia a Lusa teve hoje acesso, o executivo regional anunciou para esta segunda-feira a retoma das aulas em todo o sistema de ensino, suspensas durante um mês em que vigoraram dois Estados de Emergência.

“Com o registo de apenas três casos ativos da covid-19, após auscultar o Comité de Crise Regional, o Governo Regional do Príncipe não propôs a renovação do Estado de Emergência, passando-se assim ao Estado de Calamidade, com as respetivas medidas que passarão a estar em vigor para todo o país”, indica um comunicado do gabinete do presidente Filipe Nascimento.

“Assim, a Região Autónoma do Príncipe prepara-se para retomar as aulas a partir do próximo dia 22 de fevereiro de 2021 e adaptar-se às restantes medidas decretadas pelo Governo Central”, acrescenta.

Desde o início do ano a ilha do Príncipe chegou a somar um total de 71 casos de cidadãos infetados pelo novo coronavírus.

“O Governo Regional do Príncipe agradece a colaboração de todos os que, direta ou indiretamente, contribuíram para esta evolução e apela a necessidade de mantermos todos vigilantes e colaborar com as medidas que continuam em vigor”, conclui o comunicado.

O delegado de saúde na Região Autónoma do Príncipe disse a jornalistas que o laboratório para analises PCR instalado na cidade de Santo António está avariado, tendo as autoridades sanitárias da ilha regressado ao “procedimento anterior, que é de recolher as amostras e enviá-las para o laboratório na capital do país”.

“Estamos à espera, a qualquer momento, que cheguem da ilha de São Tomé os técnicos que instalaram o laboratório para fazer a sua reparação”, disse Sílvio Vera Cruz.

MYB // ACG

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS