Covid-19: São Tomé e Príncipe com 15 casos e duas recuperações em 24 horas

São Tomé e Príncipe registou mais 15 novos casos de covid-19 e duas recuperações da doença nas últimas 24 horas, elevando o total de infetados desde o início da pandemia para 2.570, anunciaram hoje as autoridades do país.

Covid-19: São Tomé e Príncipe com 15 casos e duas recuperações em 24 horas

Covid-19: São Tomé e Príncipe com 15 casos e duas recuperações em 24 horas

São Tomé e Príncipe registou mais 15 novos casos de covid-19 e duas recuperações da doença nas últimas 24 horas, elevando o total de infetados desde o início da pandemia para 2.570, anunciaram hoje as autoridades do país.

De acordo com o boletim divulgado pelo Ministério da Saúde de São Tomé e Príncipe, o país não registou qualquer morte nas últimas 24 horas.

O documento esclarece que as novas infeções foram registadas na ilha de São Tomé.

Com os dados mais recentes, o arquipélago conta agora com 2.570 casos de infeção pelo novo coronavírus desde o início da pandemia, entre os quais 37 óbitos e 2.415 recuperações da doença.

O arquipélago lusófono conta ainda, oficialmente, com 118 casos sob vigilância, todos na ilha de São Tomé.

Entre estes, um está internado nos serviços sintomáticos respiratório e 117 encontram-se em isolamento domiciliar.

Portugal entregou quarta-feira, 37 mil doses de vacinas AstraZeneca acompanhado de todo o material necessário para viabilizar a administração, incluindo seringas e agulhas que serão utilizadas na próxima fase de vacinação, que começa segunda-feira no arquipélago.

Também, na quarta-feira, o ministro da Saúde de São Tomé e Príncipe disse que o Governo de São Tomé e Príncipe está “imensamente preocupado” com o “aumento exponencial de casos” de covid-19 nas últimas semanas no país, que dão “sinais de uma terceira vaga”.

A covid-19 provocou pelo menos 4.461.431 mortes em todo o mundo, entre mais de 213,79 milhões de infeções pelo novo coronavírus registadas desde o início da pandemia, segundo o mais recente balanço da agência France-Presse.

A doença respiratória é provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019 em Wuhan, cidade do centro da China, e atualmente com variantes identificadas em países como o Reino Unido, Índia, África do Sul, Brasil ou Peru.

JYAF // LFS

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS