Covid-19: Reino Unido regista 10 mortes e “aumento ligeiro” de infeções

O Reino Unido registou a morte de 10 pessoas e 3.542 novos casos de covid-19 nas últimas 24h, de acordo com últimos dados do Governo britânico, que indicam um “aumento ligeiro” de infeções.

Covid-19: Reino Unido regista 10 mortes e

Covid-19: Reino Unido regista 10 mortes e “aumento ligeiro” de infeções

O Reino Unido registou a morte de 10 pessoas e 3.542 novos casos de covid-19 nas últimas 24h, de acordo com últimos dados do Governo britânico, que indicam um “aumento ligeiro” de infeções.

A direção geral de Saúde de Inglaterra (Public Health England) revelou, no seu relatório semanal de monitorização, que na semana entre 17 e 23 de maio se verificou um “aumento ligeiro” de casos, sobretudo nos mais jovens, dos 10 aos 19 anos. 

Este grupo etário está entre aqueles que ainda não foram chamados para a vacinação, alargada desde quarta-feira a todos os maiores de 30 anos. 

A diretora médica da Public Health England, Yvonne Doyle, disse estar preocupada com o surto causado pela variante B1.617.2, identificada pela primeira vez na Índia, considerada mais transmissível. 

“As taxas de infeção por COVID-19 aumentaram na maioria das faixas etárias e regiões, mas é encorajador que o número de hospitais em todo o país continua baixo”, sublinhou.

O epidemiólogo Neil Ferguson, da universidade Imperial College London, um dos principais cientistas que aconselham o Governo, disse hoje à BBC que a variante originária da Índia é agora prevalecente no Reino Unido. 

“Encontra-se agora em bem mais do que a maioria das áreas das autoridades locais no país e é agora a variedade dominante. A maioria dos novos casos é da variante – isso é obviamente preocupante. Passou de uma pequena minoria há um mês para a variante dominante”, explicou. 

Na quarta-feira tinham sido notificadas nove mortes e 3.180 novos casos no Reino Unido, o primeiro dia com mais de 3.000 casos desde o início de abril.

Nos últimos sete dias, entre 21 e 27 de maio, a média diária nacional foi de oito mortes e 2.773 casos, o que corresponde a uma subida de 14% no número de mortes e de 20,5% no número de infeções relativamente aos sete dias anteriores.

Desde o início da pandemia, foram notificados 127.758 óbitos de covid-19 num total de 4.473.677 infeções confirmadas no país.

Desde dezembro foram imunizadas 38.614.683 pessoas com uma primeira dose de uma vacina contra a covid-19, o que corresponde a 73,3% da população adulta.

24.043.956 pessoas, ou 45,6% da população adulta, já receberam também a segunda dose.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 3.500.321 mortos no mundo, resultantes de mais de 168,3 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 17.022 pessoas dos 847.006 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

BM // EL

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS