Covid-19: Reino Unido com 1.052 mortes num dia, mais do triplo da véspera

O Reino Unido registou 1.052 mortes devido a covid-19 nas últimas 24 horas, mais do triplo do número notificado na véspera, e 12.364 novas infeções, segundo dados do Governo britânico.

Covid-19: Reino Unido com 1.052 mortes num dia, mais do triplo da véspera

Covid-19: Reino Unido com 1.052 mortes num dia, mais do triplo da véspera

O Reino Unido registou 1.052 mortes devido a covid-19 nas últimas 24 horas, mais do triplo do número notificado na véspera, e 12.364 novas infeções, segundo dados do Governo britânico.

O Reino Unido registou 1.052 mortes devido a covid-19 nas últimas 24 horas, mais do triplo do número notificado na véspera, e 12.364 novas infeções, de acordo com dados publicados pelo Governo britânico.

A diferença no número de mortes comparando com as 333 de segunda-feira é atribuída ao facto de os dados relativos ao fim de semana serem normalmente mais baixos devido a uma demora no processamento.

Na segunda-feira, pelo contrário, o número de novos casos foi de 14.104, mas a tendência nas últimas semanas tem sido de descida.

Entre 03 e 09 de fevereiro de 2021, houve uma redução de 25,7% de mortes de covid-19 e de 26,6% no número de pessoas com um resultado de teste positivo confirmado em relação aos sete dias anteriores.

No total, desde o início da pandemia covid-19 foram confirmados 113.850 óbitos de covid-19, mas o valor sobre para 121.674 se forem somados os casos cujas certidões de óbito fazem referência ao novo coronavírus como fator contributivo.

Até hoje, 12.646.486 pessoas no Reino Unido receberam a primeira dose de uma vacina contra o novo coronavírus e 516.392 pessoas receberam uma segunda dose.

O total equivale a cerca de 25% do número de adultos no Reino Unido, incluindo 91% das pessoas com 80 anos ou mais, 96% das pessoas com idade entre 75 e 79 anos, 77% daqueles entre 70 e 74 anos, além de 94% dos residentes de lares de idosos elegíveis.

Segundo o Governo, em média estão a ser administradas 2,5 milhões de doses por semana, em alguns dias mil doses por minuto, o que dá confiança de que será atingida a meta de vacinar todas as cerca de 15 milhões de pessoas que compõem os quatro primeiros grupos prioritários até segunda-feira.

Estes incluem os residentes e trabalhadores de lares de idosos, maiores de 80 anos, profissionais de saúde, maiores de 70 anos e pessoas clinicamente muito vulneráveis.

Posteriormente, serão vacinadas gradualmente todas pessoas até aos 50 anos, estando por definir a lista de prioridades para a segunda fase do plano, a qual deverá ser conhecida no início de março.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.325.744 mortos no mundo, resultantes de mais de 106,4 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

 

 

Impala Instagram


RELACIONADOS