Covid-19: Madeira com 59 novos casos e mais uma morte

A Madeira registou mais uma morte associada à covid-19, somando 65 óbitos, num dia em que se registaram 59 novos casos e mais 82 doentes considerados recuperados, informou a Direção Regional de Saúde do arquipélago.

Covid-19: Madeira com 59 novos casos e mais uma morte

Covid-19: Madeira com 59 novos casos e mais uma morte

A Madeira registou mais uma morte associada à covid-19, somando 65 óbitos, num dia em que se registaram 59 novos casos e mais 82 doentes considerados recuperados, informou a Direção Regional de Saúde do arquipélago.

Uma nota da Secretaria da Saúde e Proteção Civil da Madeira revelou que um doente com 58 anos morreu no Hospital Central do Funchal.

“Há a reportar 59 novos casos de infeção por SARS-CoV-2 na Madeira, pelo que a região passa a contabilizar 7.537 casos confirmados de covid-19”, lê-se no boletim epidemiológico diário.

A Direção Regional de Saúde acrescentou que dos novos casos, apenas um é importado (França), sendo os restantes de transmissão local.

O boletim também destacou que foram notificados 82 doentes dados como recuperados, totalizando 6.677 pessoas que tiveram alta da doença no arquipélago.

A autoridade de saúde indicou que hoje estão identificados 795 casos ativos, dos quais 17 são importados e 778 de transmissão local.

Destas pessoas, 50 estão internadas no Hospital Dr. Nélio Mendonça, no Funchal, oito nos Cuidados Intensivos e 42 em Unidades Polivalentes.

Outras 15 pessoas cumprem isolamento numa unidade hoteleira dedicada, permanecendo as restantes em alojamento próprio.

O documento referiu que estão em situação de vigilância ativa de contactos positivos neste arquipélago 1.101 pessoas e um total de 3.872 viajantes através da aplicação MadeiraSafe.

Por seu turno, o boletim da Direção-Geral da Saúde (DGS) informou que a Madeira apresenta mais 288 casos confirmados para um total de 7.311 e o número de mortes permanece inalterado em 61.

Segundo ressalvou a DGS, 81% dos novos casos na Madeira “teve um período entre o diagnóstico e a notificação superior a 48 horas, decorrente de intercorrências informáticas de um laboratório na região e que se encontram em processo de regularização”.

Na sequência desta informação, a Direção Regional de Saúde do arquipélago emitiu uma nota insistindo que “os números apresentados no boletim nacional reportam-se a casos já notificados pela Direção Regional de Saúde, e não às últimas 24 horas”.

No mesmo documento, a autoridade de saúde madeirense argumentou que “a situação é explicada por um processamento retrospetivo de casos que decorreu de problemas de compatibilidade da plataforma nacional Sinave, na qual são notificados os casos e os resultados laboratoriais de testes de covid-19”.

A Direção Regional de Saúde salientou que esta “discrepância” entre os números divulgados pela DGS, “com um grande diferencial temporal, é geradora de desinformação junto da população”.

A entidade regional complementou que esta situação também é “prejudicial para a gestão de toda esta situação pandémica na Região Autónoma da Madeira”.

A autoridade regional de saúde reforçou que “os números reais das últimas 24 horas são os divulgados, diariamente, pela Direção Regional da Saúde, no Relatório de Situação regional”

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.581.034 mortos no mundo, resultantes de mais de 116 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 16.512 pessoas dos 809.412 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

AMB (PE) // LFS

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS