Covid-19: Itália soma 2.897 novos casos e 62 mortes, com 22,74% da população imunizada

A Itália registou 2.897 novos casos de covid-19 e 62 mortes nas últimas 24 horas, enquanto continua a campanha de vacinação que já imunizou 22,74% da população.

Covid-19: Itália soma 2.897 novos casos e 62 mortes, com 22,74% da população imunizada

Covid-19: Itália soma 2.897 novos casos e 62 mortes, com 22,74% da população imunizada

A Itália registou 2.897 novos casos de covid-19 e 62 mortes nas últimas 24 horas, enquanto continua a campanha de vacinação que já imunizou 22,74% da população.

Roma, 02 jun 2021 (Lusa) — A Itália registou 2.897 novos casos de covid-19 e 62 mortes nas últimas 24 horas, enquanto continua a campanha de vacinação que já imunizou 22,74% da população, segundo indicou o Ministério da Saúde em comunicado.

O número total de infeções é agora de 4.223.200, desde o início da emergência sanitária no país em fevereiro de 2020, e o número total de óbitos é de 126.283.

O índice de positividade (percentagem de positivos entre todos os testes realizados) situa-se em 1,2%, estável em comparação com terça-feira, e a pressão hospitalar continua a baixar.

Atualmente, 5.858 pessoas estão hospitalizadas, menos 334 do que na véspera, das quais 933 estão internadas em Unidades de Cuidados Intensivos (menos 56).

Enquanto isso, a campanha de vacinação avança e foram injetadas 35.578.293 doses para imunizar 12.337.272 pessoas, o equivalente a 22,74% da população.

Desde terça-feira, o país permitiu que bares e restaurantes sirvam almoço e jantar em espaços fechados, mas as mesas são limitadas até quatro pessoas, um número que está a causar discrepâncias nas forças governamentais.

Hoje, o secretário-adjunto da Saúde, Pierpaolo Sileri, do Movimento 5 Estrelas (M5S), disse à rádio pública que espera que o governo reveja essa regra e aumente o número de pessoas permitidas por mesa.

“Ainda estou preocupado com as multidões, mas mais com as dos jovens fora dos restaurantes”, indicou.

Os meios de comunicação italianos referiram que o governo de Mario Draghi pode vir a ter uma reunião na quinta-feira para analisar essas restrições.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 3.681.985 mortos no mundo, resultantes de mais de 171 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

 

AXYG // EL

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS