Covid-19: Itália soma 1.273 novos casos e atrasa o recolher obrigatório para a meia-noite

A Itália somou 1.273 novos casos de covid-19 e 65 mortes nas últimas 24 horas, anunciou o Ministério da Saúde italiano, enquanto o recolher obrigatório foi atrasado uma hora.

Covid-19: Itália soma 1.273 novos casos e atrasa o recolher obrigatório para a meia-noite

Covid-19: Itália soma 1.273 novos casos e atrasa o recolher obrigatório para a meia-noite

A Itália somou 1.273 novos casos de covid-19 e 65 mortes nas últimas 24 horas, anunciou o Ministério da Saúde italiano, enquanto o recolher obrigatório foi atrasado uma hora.

Roma, 07 jun 2021 (Lusa) — A Itália somou 1.273 novos casos de covid-19 e 65 mortes nas últimas 24 horas, anunciou o Ministério da Saúde italiano, enquanto o recolher obrigatório foi atrasado uma hora, passando para a meia-noite na maior parte do país.

Com estes dados, o país acumula um total de 4.233.698 infetados desde o início da emergência sanitária, em fevereiro de 2020, dos quais 126.588 morreram.

Atualmente, há 759 internados em unidades de cuidados intensivos (UCI), menos 15 do que no sábado.

Nos hospitais, mas fora das UCI, estão internados 4.910 pacientes e o resto dos doentes (188.453) estão em casa, com sintomas leves ou assintomáticos.

Em relação às vacinas, a Itália inoculou 38.391.998 doses e 13.098.261 pessoas já receberam as duas doses, o equivalente a 24,14% da população acima de 12 anos, ou seja, aquelas que já podem ser vacinadas no país.

A partir de quinta-feira, as regiões podem administrar, se assim o entenderem, as vacinas a toda a população, sem limite de idade e a partir dos 12 anos, para dar um impulso à campanha de vacinação e prepararem-se para o novo ano letivo.

Sete regiões estão a partir de hoje na denominada “zona branca”, na qual não há recolher obrigatório e as atividades como piscinas cobertas ou salas recreativas estão abertas.

As restantes regiões encontram-se ainda em “zona amarela”, onde o recolher obrigatório começa à meia-noite, em vez de às 23:00 como em zonas de maior risco.

A pandemia de covid-19 já provocou pelo menos 3.731.297 mortos no mundo, resultantes de mais de 173,2 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida pelo novo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

AXYG // PMC

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS