Covid-19: Festival da cerveja regressa a Aveiro “respeitando regras sanitárias”

A Câmara de Aveiro anunciou hoje que vai reeditar o festival de cerveja artesanal, com um novo modelo, “respeitando as normas e regras sanitárias”.

Covid-19: Festival da cerveja regressa a Aveiro

Covid-19: Festival da cerveja regressa a Aveiro “respeitando regras sanitárias”

A Câmara de Aveiro anunciou hoje que vai reeditar o festival de cerveja artesanal, com um novo modelo, “respeitando as normas e regras sanitárias”.

“O Festival de cerveja artesanal AVEIRO CRAFT BEER FEST regressa revigorado ao convívio da Cidade e de 02 a 04 de julho, o Mercado Manuel Firmino volta a ser o anfitrião deste evento”, divulga uma nota de imprensa.

A autarquia garante que a edição deste ano do certame, promovido através de uma parceria entre a Câmara Municipal de Aveiro e a organização OG&Associados, respeita “as boas práticas de segurança”.

“Esta edição, em Aveiro, foi programada segundo um modelo adequado aos tempos que vivemos, respeitando as normas e regras sanitárias, com um efetivo controlo de capacidade dos espaços, fluxos e observância da área, garantindo uma boa experiência e a desejada alegria do evento, com a devida segurança”, sublinha a Câmara.

Na envolvente do Mercado Manuel Firmino será montada uma esplanada, “para que os convivas possam desfrutar da sua cerveja e da música ambiente”

No interior do edifício, os cervejeiros e os postos de alimentação dispõem-se nas bancas do Mercado para servir o público.

Participam no evento 16 cervejeiras e uma sidraria artesanais, quer nacionais quer estrangeiras, além dos cervejeiros da cidade, entre os quais “alguns dos pioneiros da cerveja portuguesa” que apresentam em Aveiro “mais de 70 estilos cervejeiros”.

“Com uma animação e programação soft e relaxada, a organização privilegia o convívio contido e a utilização das mesas para que o público usufrua e socialize em pequenos grupos sem dispersão”, salienta a nota de imprensa.

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 3.925.816 de vítimas em todo o mundo, resultantes de 181.026.547 casos de infeção diagnosticados oficialmente, segundo o balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 17.084 pessoas e foram confirmados 874.547 casos de infeção, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença respiratória é provocada pelo novo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

 

MSO // MSP

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS