Covid-19: Espanha prolonga quarentena para seis países africanos e sul-americanos

Espanha prolongou, mais uma vez e até dia 27 de agosto, a quarentena de dez dias aos passageiros que cheguem de seis países africanos sul-americanos particularmente afetados pela pandemia de covid-19, foi hoje anunciado.

Covid-19: Espanha prolonga quarentena para seis países africanos e sul-americanos

Covid-19: Espanha prolonga quarentena para seis países africanos e sul-americanos

Espanha prolongou, mais uma vez e até dia 27 de agosto, a quarentena de dez dias aos passageiros que cheguem de seis países africanos sul-americanos particularmente afetados pela pandemia de covid-19, foi hoje anunciado.

De acordo com o anúncio hoje feito pelo ministério espanhol da Saúde, citado pela France-Presse (AFP), os passageiros que cheguem a Espanha provenientes da África do Sul, Namíbia, Argentina, Bolívia, Brasil e Colômbia devem auto-isolar-se durante dez dias.

Para as autoridades espanholas, os seis países em causa são considerados de “alto risco”, devido à sua forte taxa de infeções por SARS-CoV-2, que causa a covid-19.

É a décima vez que esta medida é prolongada.

Em Espanha, a covid-19 já matou mais de 82 mil pessoas, tendo o país registado mais de 4,5 milhões de infeções, tornando-o um dos mais afetados na Europa pela pandemia.

Perto de 60% da população residente em Espanha já está totalmente vacinada contra a covid-19.

A pandemia de covid-19 fez pelo menos 4.247.424 mortos em todo o mundo, entre mais de 200,1 milhões de casos de infeção pelo novo coronavírus, desde que a OMS detetou a doença na China em finais de dezembro de 2019, segundo o balanço mais recente da AFP com base em dados oficiais.

A doença respiratória é provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019 em Wuhan, cidade do centro da China, e atualmente com variantes identificadas em países como o Reino Unido, Índia, África do Sul, Brasil e Peru.

JE // PJA

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS