Covid-19: Dívida pública aumentou para os 133,7% do PIB em 2020

O rácio da dívida pública relativamente ao produto interno bruto (PIB) ficou nos 133,7%, um aumento face aos 117,2% registados em 2019, divulgou hoje o Banco de Portugal (BdP).

Covid-19: Dívida pública aumentou para os 133,7% do PIB em 2020

Covid-19: Dívida pública aumentou para os 133,7% do PIB em 2020

O rácio da dívida pública relativamente ao produto interno bruto (PIB) ficou nos 133,7%, um aumento face aos 117,2% registados em 2019, divulgou hoje o Banco de Portugal (BdP).

Numa atualização do quadro referente à dívida pública divulgado na segunda-feira, feita pelo Banco de Portugal, pode agora ver-se que a dívida na ótica de Maastricht em percentagem do PIB ficou nos 133,7% em 2020.

Porém, o BdP assinala que “o valor nominal do PIB utilizado para o cálculo dos rácios corresponde ao divulgado pelo Instituto Nacional de Estatística (INE)”, e “para o trimestre mais recente, caso este valor não esteja ainda disponível, é feita uma extrapolação do PIB nominal para esse trimestre com base na informação parcial divulgada pelo INE”.

“Assim, a metodologia de cálculo tem em consideração o valor nominal do PIB do trimestre homólogo, a taxa de variação homóloga em volume divulgada pelo INE relativamente ao trimestre mais recente, e o último valor da taxa de variação homóloga do deflator do PIB publicado pelo INE”, refere o Banco de Portugal.

O valor hoje conhecido do rácio da dívida pública é mais baixo que o de todas as previsões das instituições, já que o Governo apontava para os 134,8%, a Comissão Europeia para os 135,1%, a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) para os 136,1%, o Fundo Monetário Internacional (FMI) para os 137,2% e o Conselho das Finanças Públicas para os 137,6%.

O Banco de Portugal divulgou na segunda-feira que “a dívida pública na ótica de Maastricht aumentou no final de 2020 para o valor recorde de 270,4 mil milhões de euros, mais 20,4 mil milhões em relação a dezembro de 2019”.

Já hoje, foi a vez do INE dar a conhecer que o produto interno bruto (PIB) português contraiu 7,6% em 2020, após uma contração de 5,9% no quarto trimestre, de acordo com uma estimativa rápida.

A estimativa hoje divulgada pelo INE “incorpora nova informação primária, nomeadamente no que se refere ao comércio internacional de bens e aos indicadores de curto prazo relativos ao 3.º trimestre de 2020”, sem que isso implique revisões nos números desse trimestre.

“Os resultados detalhados das Contas Nacionais Trimestrais do 4.º trimestre de 2020 serão divulgados no próximo dia 26 de fevereiro de 2021”, refere ainda o INE na nota de hoje.

JE (PD) // EA

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS