Covid-19: Costa afirma que a evolução é positiva e que Governo está em condições de decidir

António Costa defendeu que o combate à pandemia está a evoluir de forma positiva e que as conclusões dos especialistas habilitam o Governo a tomar decisões sobre o plano de desconfinamento.

Covid-19: Costa afirma que a evolução é positiva e que Governo está em condições de decidir

Covid-19: Costa afirma que a evolução é positiva e que Governo está em condições de decidir

António Costa defendeu que o combate à pandemia está a evoluir de forma positiva e que as conclusões dos especialistas habilitam o Governo a tomar decisões sobre o plano de desconfinamento.

O primeiro-ministro defendeu hoje que o combate à pandemia de covid-19 está a evoluir de forma positiva no país e que as conclusões dos especialistas habilitam o Governo a tomar decisões sobre o plano de desconfinamento.

Esta posição foi transmitida por António Costa na rede social Twitter, após 20.ª sessão sobre a situação da covid-19 em Portugal, no Infarmed, em Lisboa, com a participação do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, do presidente da Assembleia da República, Ferro Rodrigues, de representantes de partidos e dos parceiros sociais.

“As intervenções dos especialistas, na reunião de hoje no Infarmed sobre a situação epidemiológica, foram particularmente claras. Habilitam-nos a tomar as decisões que vamos ter de tomar esta semana”, escreveu António Costa, numa alusão ao Conselho de Ministros de quinta-feira.

Uma reunião em que o Governo decidirá se há condições sanitárias para se avançar para a quarta e última fase do plano de desconfinamento a partir de 03 de maio.

De acordo com o primeiro-ministro, “o combate à pandemia está a evoluir positivamente” em Portugal.

“Mas temos de manter todas as cautelas e cuidados: continuar a usar da máscara, manter o distanciamento físico e a higiene das mãos e evitar contactos desnecessários”, acrescentou.

 

LEIA AINDA
Covid-19: Probabilidade de morrer baixa de 4% para 0,5% em Portugal
Covid-19: Probabilidade de morrer baixou de 4% para 0,5% em Portugal
A probabilidade de um doente morrer por covid-19 baixou em Portugal de 4%, nos primeiros dois meses da pandemia, para 0,5%, revelou nesta terça-feira, 27 de abril, o epidemiologista Henrique Barros. (… continue a ler aqui)

 

Impala Instagram


RELACIONADOS