Covid-19: Conferência Episcopal aconselha dioceses a reagendarem celebrações vespertinas

A Conferência Episcopal Portuguesa avisou hoje que, face ao recolher obrigatório determinado para os dois próximos fins de semana a partir das 13:00, as dioceses devem reagendar as celebrações vespertinas e restantes atividades para outros horários.

Covid-19: Conferência Episcopal aconselha dioceses a reagendarem celebrações vespertinas

Covid-19: Conferência Episcopal aconselha dioceses a reagendarem celebrações vespertinas

A Conferência Episcopal Portuguesa avisou hoje que, face ao recolher obrigatório determinado para os dois próximos fins de semana a partir das 13:00, as dioceses devem reagendar as celebrações vespertinas e restantes atividades para outros horários.

“Esta medida, compreensível na situação de limite a que estamos já a chegar em termos do sistema de saúde, coloca muitas dificuldades às nossas atividades eclesiais, sobretudo nas tardes de sábado e domingo”, admite a CEP em comunicado, acrescentando que, “até ver se haverá margem de outras intervenções, cada diocese verá o melhor modo de adaptar as suas celebrações vespertinas e outras atividades para outros horários”.

Como exemplo avança o caso da diocese de Setúbal, que decidiu que, “onde for possível e conveniente, as missas vespertinas podem ter lugar também nos sábados de manhã”.

Afirmando ter sido “surpreendida” com as novas restrições à circulação anunciadas esta madrugada pelo primeiro-ministro, António Costa, a Conferência Episcopal Portuguesa diz que na sua próxima assembleia plenária, que se inicia na quarta-feira, “haverá ocasião para abordar em comum estas orientações”.

Também prevista, para as 11:00 do próximo sábado, está a celebração de uma missa pelas vítimas da pandemia em Portugal na Basílica da Santíssima Trindade, no Santuário de Fátima.

O Governo anunciou hoje o recolher obrigatório entre as 23:00 e as 05:00 nos dias de semana, a partir de segunda-feira e até 23 de novembro, nos 121 municípios mais afetados pela pandemia, sendo que, ao fim de semana, o recolher obrigatório inicia-se a partir das 13:00 nos mesmos 121 concelhos.

“Temos a nítida noção de que o convívio social tem um contributo muito importante para a disseminação” do contágio e que a propagação se desenvolve no período pós laboral, afirmou António Costa, que falava após a meia-noite, no final da reunião do Conselho de Ministros extraordinário, no Palácio da Ajuda, em Lisboa, para concretizar as medidas do estado de emergência que vai vigorar entre segunda-feira, dia 09, e 23 de novembro.

Portugal contabiliza hoje mais 48 mortos relacionados com a covid-19 e 5.784 novos casos de infeção com o novo coronavírus, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Desde o início da pandemia, Portugal já registou 2.740 mortes e 179.24 casos de infeção, estando hoje ativos 76.647 casos, mais 3.702 do que no sábado.

PD (ZO) // PJA

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS