Covid-19: Apoios às empresas atingem 1.933 ME até junho – Finanças

Os apoios às empresas atingiram os 1.933 milhões de euros no primeiro semestre, acima da execução global de 2020, segundo dados hoje divulgados pelo Ministério das Finanças.

Covid-19: Apoios às empresas atingem 1.933 ME até junho - Finanças

Covid-19: Apoios às empresas atingem 1.933 ME até junho – Finanças

Os apoios às empresas atingiram os 1.933 milhões de euros no primeiro semestre, acima da execução global de 2020, segundo dados hoje divulgados pelo Ministério das Finanças.

“Os apoios a empresas a fundo perdido para suportar custos com trabalhadores e custos fixos atingiram os 1.933 milhões de euros (ME), ultrapassando em mais de 500 milhões de euros a execução de todo o ano de 2020 (1.409 ME)”, indicou o Governo, num comunicado que antecede a publicação da síntese de execução orçamental.

Entre as ajudas às empresas, destaca-se o apoio extraordinário à retoma progressiva de atividade (432 milhões de euros), seguido pelo regime de ‘lay-off’ simplificado (364 milhões de euros).

Por sua vez, o incentivo extraordinário à normalização da atividade empresarial fixou-se em 161 milhões de euros.

Já, no âmbito do programa Apoiar, as ajudas aos custos fixos das empresas situaram-se em 976 milhões de euros, “seis vezes mais do que a despesa realizada em todo o ano de 2020 (143 milhões de euros)”.

Entre janeiro e junho, registaram-se 384 milhões de euros em medidas de apoio na receita, com destaque para a isenção da TSU (Taxa Social Única) e para o diferimento de pagamento de impostos.

O défice das contas públicas agravou-se para 7.060 milhões de euros no primeiro semestre, mais 150 milhões de euros no período homólogo, impactado pela terceira vaga da pandemia, de acordo com o gabinete de João Leão.

PE // JNM

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS