Covid-19: Angola notifica 349 novas infeções e duas mortes nas últimas 24 horas

Angola registou, nas últimas 24 horas, 349 casos positivos de covid-19, duas mortes e 58 doentes recuperados, informou o Ministério da Saúde.

Covid-19: Angola notifica 349 novas infeções e duas mortes nas últimas 24 horas

Covid-19: Angola notifica 349 novas infeções e duas mortes nas últimas 24 horas

Angola registou, nas últimas 24 horas, 349 casos positivos de covid-19, duas mortes e 58 doentes recuperados, informou o Ministério da Saúde.

Segundo o secretário de Estado para a Saúde Pública, Franco Mufinda, os casos estão divididos por Luanda (229), Namibe (36), Benguela (34), Cabinda (27), Huíla (12), Uíje (08), Cunene (02) e Zaire (01), sendo 238 do sexo masculino e 111 do sexo feminino, com idades entre 1 e 81 anos.

As mortes foram registadas nas províncias de Luanda e Cabinda, um homem e uma mulher de 76 e 78 anos, respetivamente.

As estatísticas apontam também a recuperação, nas últimas 24 horas, de 58 doentes, todos em Luanda, com idades entre 2 e 61 anos.

Com os dados de hoje, Angola soma 11.577 infeções, 291 óbitos, 5.230 doentes considerados recuperados e 6.056 ativos, dos quais 16 estão em estado crítico, 31 graves, 156 moderados, 363 leves e 5.230 assintomáticos.

Nos centros de tratamento estão a ser seguidos 566 doentes.

Relativamente aos testes, os laboratórios processaram nas últimas 24 horas 2.397 amostras, disse o responsável da Saúde, apontando um cumulativo de 164.326 amostras processadas até à data.

Franco Mufinda atualizou os dados sobre a distribuição de casos, mortes, recuperados e ativos a nível nacional, continuando a província de Luanda, capital de Angola, a contabilizar o maior número de casos (9.441), óbitos (250), recuperados (4.715) e ativos (4.476), enquanto as províncias do Bié, Cunene, Lunda Norte, Lunda Sul, Moxico, Zaire não registaram ainda mortes devido ao novo coronavírus.

O governante angolano frisou que o estado epidemiológico varia de província para província, destacando que a única região do país que continua com a contaminação comunitária é Luanda.

As províncias de Cabinda e do Zaire têm agrupamento de casos (‘clusters’), o que coloca ambas no nível três, enquanto Luanda se situa no nível quatro e as restantes províncias no nível dois, encontrando-se a transmissão local ou casos esporádicos.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 1,2 milhões de mortos e mais de 46,9 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em África, há 43.421 mortos confirmados em mais de 1,8 milhões de infetados em 55 países, segundo as estatísticas mais recentes sobre a pandemia no continente.

Angola regista 291 óbitos e 11.577 casos, seguindo-se Cabo Verde (95 mortos e 8.944 casos), Moçambique (95 mortos e 13.202 casos), Guiné Equatorial (83 mortos e 5.089 casos), Guiné-Bissau (42 mortos e 2.414 casos) e São Tomé e Príncipe (16 mortos e 954 casos).

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

 

NME // LFS

Lusa/Fim

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS