Costa recebe apoio de Manuela Eanes que pede respeito pela instituição militar

O secretário-geral do PS recebeu hoje o apoio de Manuela Eanes, mulher do antigo Presidente da República, general Ramalho Eanes, que classificou António Costa como “político íntegro” e pediu respeito pela instituição militar no caso de Tancos.

Costa recebe apoio de Manuela Eanes que pede respeito pela instituição militar

Costa recebe apoio de Manuela Eanes que pede respeito pela instituição militar

O secretário-geral do PS recebeu hoje o apoio de Manuela Eanes, mulher do antigo Presidente da República, general Ramalho Eanes, que classificou António Costa como “político íntegro” e pediu respeito pela instituição militar no caso de Tancos.

Manuela Eanes encontrou-se com António Costa a meio de uma ação de rua do PS na freguesia das Avenidas Novas, em Lisboa, na qual também esteve presente o presidente da câmara municipal da cidade, Fernando Medina.

“Estou aqui por um dever de cidadania, porque António Costa, nas suas diferentes funções (ministro da Justiça, presidente da Câmara de Lisboa ou primeiro-ministro), é um político íntegro e que tem da política uma dimensão ética. Tenho por ele uma grande consideração”, afirmou Manuela Eanes, numa declaração em que elogiou também a mulher do líder socialista, Fernanda Tadeu.

A presidente honorária do Instituto de Apoio à Criança defendeu que as campanhas eleitorais “devem ser esclarecedoras” e referiu-se depois ao caso do roubo de armas na base militar de Tancos, em junho de 2017.

“Todas as instituições têm tido problemas ao longo dos tempos. Agora, houve um caso gravíssimo com a instituição militar. Espero que siga o processo, que seja punido quem tiver de ser punido, que haja firmeza e autoridade. Mas esta campanha, deploravelmente, tem tido como tema o caso de Tancos”, lamentou Manuela Eanes.

Na perspetiva da mulher do general Ramalho Eanes, a instituição militar mereceu sempre “um grande respeito e as pessoas não devem esquecer-se que os militares, homens e mulheres, dão a vida pela pátria, fizeram o 25 de Abril de 1974 e o 25 de novembro de 1975”.

“Portanto, apurem-se os problemas de Tancos com toda a verdade e firmeza. Mas a instituição militar tem de ser respeitada. Devemos-lhe muito”, salientou.

Manuela Eanes fez também um elogio do ponto de vista político ao secretário-geral do PS.

“Por causa de António Costa e da equipa dele, temos um país melhor”, disse, com o secretário-geral socialista a agradecer o testemunho “de uma personalidade que não tem o cartão do PS”.

“Eu é que tenho de agradecer-lhe estes quatro anos”, respondeu Manuela Eanes.

PMF // LFS

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS