Costa afirma que é a política de coesão que faz chegar Bruxelas

Costa afirma que é a política de coesão que faz chegar Bruxelas “à rua de cada um”

O primeiro-ministro, António Costa, afirmou hoje que é a política de coesão que aproxima a União Europeia aos cidadãos, já que é assim que Bruxelas chega à “rua de cada um” e que melhora as condições de vida.

“A política de coesão é a política que traz Bruxelas à rua de cada um de nós”, notou o governante na cerimónia de apresentação da reprogramação do programa Portugal 2020, em Lisboa, num total de 2,7 mil milhões de euros.

Na sessão de encerramento, o governante enumerou consequências para a vida dos cidadãos da entrada de Portugal para a comunidade europeia, em 1986, referindo que no dia a dia os contributos de Bruxelas podem ser encontrados na “melhoria da qualidade de vida”, na eficiência energética ou na reabilitação urbana.

Para o próximo quadro financeiro de apoio, Costa lembrou os desafios que são colocados, como a nível das migrações e da Defesa, por as fronteiras externas da UE enfrentarem “vários focos de instabilidade”, e o investimento necessário na investigação e desenvolvimento.

“Não o pode fazer à conta e à custa das políticas identitárias da UE”, como a Política Agrícola Comum, e dos esforços de coesão, concluiu.

PL // CSJ

By Impala News / Lusa

Siga a Impala no Instagram

Impala Instagram


RELACIONADOS

Costa afirma que é a política de coesão que faz chegar Bruxelas “à rua de cada um”

O primeiro-ministro, António Costa, afirmou hoje que é a política de coesão que aproxima a União Europeia aos cidadãos, já que é assim que Bruxelas chega à “rua de cada um” e que melhora as condições de vida.