António Costa aceita demissão de Eduardo Cabrita

António Costa aceitou o pedido de demissão de Eduardo Cabrita do cargo de ministro da Administração Interna e que “nos próximos dias” indicará o nome do sucessor.

António Costa aceita demissão de Eduardo Cabrita

António Costa aceita demissão de Eduardo Cabrita

António Costa aceitou o pedido de demissão de Eduardo Cabrita do cargo de ministro da Administração Interna e que “nos próximos dias” indicará o nome do sucessor.

O primeiro-ministro, António Costa, disse hoje ter aceitado o pedido de demissão de Eduardo Cabrita do cargo de ministro da Administração Interna e que “nos próximos dias” indicará o nome do sucessor. O primeiro ministro, que falava no Porto à margem de uma sessão empresarial, disse ter já informado o Presidente da República da demissão.

LEIA TAMBÉM
Motorista de Eduardo Cabrita considerou velocidade “adequada à via”

António Costa confirma que foi Eduardo Cabrita a pedir para sair

O chefe do executivo precisou que foi Eduardo Cabrita que pediu a exoneração, na sequência da acusação de homicídio por negligência do Ministério Público ao seu motorista pelo atropelamento mortal de um trabalhador da autoestrada A6, em junho deste ano. O acidente de viação, que resultou na morte de Nuno Santos, trabalhador que fazia a manutenção da A6, aconteceu no dia 18 de junho deste ano, no Alentejo, ao quilómetro 77,600 da via, no sentido Este/Oeste (Caia/Marateca). O Ministério Público (MP) deduziu acusação, requerendo o julgamento por tribunal singular, contra Marco Pontes, imputando-lhe a prática de um crime de homicídio por negligência e de duas contraordenações, segundo uma nota publicada hoje na página de Internet do Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) de Évora.

Impala Instagram


RELACIONADOS