Cooperativas dizem ser “imoral” subida no gasóleo agrícola e pede travão

A confederação das cooperativas agrícolas defendeu hoje ser “imoral” uma nova subida no gasóleo colorido, que é agora “65% mais caro” do que em 2021, afetando “de forma insustentável” a atividade, pedindo travão aos aumentos.

Cooperativas dizem ser

Cooperativas dizem ser “imoral” subida no gasóleo agrícola e pede travão

A confederação das cooperativas agrícolas defendeu hoje ser “imoral” uma nova subida no gasóleo colorido, que é agora “65% mais caro” do que em 2021, afetando “de forma insustentável” a atividade, pedindo travão aos aumentos.

“A Confagri [Confederação Nacional das Cooperativas Agrícolas e do Crédito Agrícola de Portugal] considera imoral o novo aumento do gasóleo para a agricultura e apela à neutralidade fiscal”, apontou, em comunicado.

Segundo os dados apontados por esta confederação, com o preço do gasóleo colorido a subir mais 10 cêntimos, este é agora 65% mais caro do que em igual período de 2021.

Esta situação afeta “de forma insustentável” a atividade de um setor “estratégico e imprescindível, tanto do ponto de vista económico como social”.

Apesar de reconhecer “o esforço” do Ministério da Agricultura e da Alimentação em responder a problemas como a seca e a guerra na Ucrânia, a Confagri vincou que os apoios tomados são “insuficientes”, sendo necessárias medidas “mais robustas e imediatas”.

A subida verificada no gasóleo colorido vem aumentar as dificuldades da maioria das atividades agrícolas, colocando em risco a sua “manutenção e sustentabilidade”, alertou, pedindo um “travão a estes aumentos”, que ocorrem, de forma consecutiva, desde 2020.

A Confagri indicou ainda que, em junho de 2020, o preço do gasóleo agrícola rondava os 0,72 euros por litro, sendo que agora está fixado em 1,62 euros por litro.

PE // MSF

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS