Contribuições pagas à Segurança Social em Cabo Verde caíram mais de 8% em 2020

As contribuições pagas ao instituto público INPS, que gere o sistema de segurança social em Cabo Verde, caíram 8,2% em 2020, face ao ano anterior, para 8.647 milhões de escudos (78,1 milhões de euros).

Contribuições pagas à Segurança Social em Cabo Verde caíram mais de 8% em 2020

Contribuições pagas à Segurança Social em Cabo Verde caíram mais de 8% em 2020

As contribuições pagas ao instituto público INPS, que gere o sistema de segurança social em Cabo Verde, caíram 8,2% em 2020, face ao ano anterior, para 8.647 milhões de escudos (78,1 milhões de euros).

De acordo com um relatório anual do Instituto Nacional de Previdência Social (INPS), a que a Lusa teve hoje acesso, esse desempenho compara com os 9.422 milhões de escudos (85,2 milhões de euros) pagos em 2019.

Em 2020, as contribuições declaradas ascenderam a 10.746 milhões de escudos (97,1 milhões de euros), pelo que o valor efetivamente pago ao INPS rondou os 80%, uma queda de mais de 10 pontos percentuais face a 2019.

Cabo Verde registou em 2020 uma recessão económica histórica de 14,8%, face à ausência de turismo provocada pelas restrições provocadas pela pandemia de covid-19, num setor que garante 25% do Produto Interno Bruto do arquipélago.

Segundo dados anteriores, o ‘stock’ da dívida ao INPS era de 7.297 milhões de escudos (65,7 milhões de euros) no final de 2019.

“A recuperação das dívidas acumuladas do setor privado, via negocial, continua reduzida, não obstante o número de acordos assinados e valores envolvidos. Do montante envolvido, conseguiu-se recuperar 28,0% em 2019 contra 36,8% em 2018. As empresas continuam a revelar-se incumpridoras”, explicou anteriormente o INPS, num relatório anual.

No fecho de 2019 estavam inscritos no INPS um total de 105.272 trabalhadores ativos, enquanto 8.065 eram beneficiários de pensões daquele instituto público, enquanto as empresas inscritas ultrapassavam as 10.000.

Segundo o INPS, o salário médio mensal dos trabalhadores por conta de outrem em Cabo Verde cifrou-se em 2019 em 44.869 escudos (404 euros), mas na função pública esse valor ascendia, no regime atual, a 62.031 escudos (558 euros).

O salário médio mensal dos trabalhadores domésticos atingiu em 2019 os 13.211 escudos (119 euros), enquanto que dos trabalhadores por conta própria, declarado, rondou os 19.862 escudos (179 euros) mensais.

PVJ // PJA

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS