Comissário europeu acusa Orban de chantagem ao bloquear ajuda para a Ucrânia

O primeiro-ministro húngaro, Viktor Orban, que está a negociar com Bruxelas o desbloqueio de fundos europeus em seu favor, foi acusado de “chantagear” a União Europeia, ao opor-se à atribuição de uma ajuda financeira à Ucrânia.

Comissário europeu acusa Orban de chantagem ao bloquear ajuda para a Ucrânia

Comissário europeu acusa Orban de chantagem ao bloquear ajuda para a Ucrânia

O primeiro-ministro húngaro, Viktor Orban, que está a negociar com Bruxelas o desbloqueio de fundos europeus em seu favor, foi acusado de “chantagear” a União Europeia, ao opor-se à atribuição de uma ajuda financeira à Ucrânia.

O nacionalista húngaro recordou hoje que recusa a proposta da Comissão Europeia de conceder à Ucrânia uma ajuda de 18 mil milhões de euros em 2023, sob a forma de empréstimo, cujos juros seriam suportados pelos Estados-membros.

Mas manifestou-se disposto a a avançar de forma unilateral uma subvenção à Ucrânia de 170 milhões de euros.

Este bloqueio é “pura chantagem política”, afirmou hoje o comissário europeu do Orçamento, Johannes Hahn, no Parlamento Europeu.

Este comissário tem a responsabilidade de avaliar as reformas anticorrupção anunciadas por Budapeste, para escapar à ameaça de congelamento de 7,5 mil milhões de euros de fundos europeus.

Desde abril que os dirigentes de Budapeste são visados por um procedimento a União Europeia (mecanismo de condicionalidade), desencadeado devido aos problemas de corrupção e atribuição de mercados públicos no país.

Johannes Hahn assegurou que o “comportamento ridículo” de Budapeste “não teria impacto na avaliação”, que deve estar feita até ao final do mês.

RN // RBF

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS