Circulação no Metropolitano de Lisboa retomada com normalidade

A circulação no Metropolitano de Lisboa foi retomada com normalidade às 10:08, depois de ter estado suspensa pela greve dos trabalhadores, que levou ao encerramento das estações, disse à Lusa fonte da empresa.

Circulação no Metropolitano de Lisboa retomada com normalidade

Circulação no Metropolitano de Lisboa retomada com normalidade

A circulação no Metropolitano de Lisboa foi retomada com normalidade às 10:08, depois de ter estado suspensa pela greve dos trabalhadores, que levou ao encerramento das estações, disse à Lusa fonte da empresa.

A greve realizou-se das 05:00 às 09:30 para a generalidade dos trabalhadores, e decorre desde as 09:30 e até às 12:30 para o setor administrativo e técnico.

O pré-aviso de greve foi entregue pelos trabalhadores em 06 de maio, uma vez que a empresa não aceitou uma contraproposta dos sindicatos relacionada com as negociações salariais, anunciou então a Federação dos Sindicatos dos Transportes e Comunicações (FECTRANS).

Além da valorização salarial e da valorização das carreiras, os trabalhadores pretendem o preenchimento imediato do quadro operacional e progressões na carreira.

A federação alertou ainda que os trabalhadores reivindicam a efetivação do direito ao transporte e o estrito cumprimento de todas as cláusulas do Acordo de Empresa (AE), além da prorrogação da vigência do documento.

Em declarações hoje à Lusa, Anabela Carvalheira, da FECTRANS, disse que a greve está a ser “um grande êxito”.

“Esta greve está a ser uma vez mais um grande êxito, uma demonstração inequívoca da vontade dos trabalhadores em lutar pela valorização dos salários, pela valorização das suas carreiras, pela prorrogação dos AE e pela contratação de novos trabalhadores”, disse.

Anabela Carvalheira, que falava cerca das 09:00, salientou ainda a existência de “índices de adesão muito elevado na área da manutenção”, lembrando que faltavam entrar em paralisação os técnicos superiores e os administrativos.

Fonte da empresa referiu que só dará informações quando a paralisação terminar.

DD // ROC

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS