Cinquenta pessoas concentradas em Bruxelas para defender autodeterminação da Catalunha

Cinquenta pessoas concentradas em Bruxelas para defender autodeterminação da Catalunha

Cerca de 50 pessoas juntaram-se na estação central de Bruxelas no mesmo dia em que o presidente do governo regional defendeu que “Espanha não pode governar contra a Catalunha”.

Bruxelas, 17 fev (Lusa) – Cerca de 50 pessoas juntaram-se hoje na estação central de Bruxelas para reivindicar o direito à autodeterminação da Catalunha, no mesmo dia em que o presidente do governo regional defendeu que “Espanha não pode governar contra a Catalunha”.

“Volto a dizer que não se pode governar contra a Catalunha, a Espanha não pode governar contra a Catalunha, têm que escutar a voz dos catalães”, disse o presidente da Generalitat, Quim Torra, num discurso feito em Sabadell, Barcelona.

Em Bruxelas, 50 pessoas juntaram-se para defender a independência da Catalunha e apoiar os presos do 1 de outubro, num ato organizado pela Assembleia Nacional Catalã em Bruxelas.

A concentração contou também com a presença de três antigos conselheiros catalães que fugiram para a Bélgica: Lluís Puig, Toni Comín e Meritxell Serret.

Também hoje, a câmara municipal de Barcelona aprovou em definitivo a mudança da denominação da avenida do Príncipe das Astúrias, que passará a chamar-se Riera de Cassoles, o mesmo acontecendo com a rua do secretário Coloma, que passará a chamar-se rua Pau Alsina, com o objetivo de recuperar as designações populares e aumentar o número de nomes de ruas de personalidades locais, segundo a autarquia.

MBA // MAG

By Impala News / Lusa

Siga a Impala no Instagram

Impala Instagram


RELACIONADOS

Cinquenta pessoas concentradas em Bruxelas para defender autodeterminação da Catalunha

Cerca de 50 pessoas juntaram-se na estação central de Bruxelas no mesmo dia em que o presidente do governo regional defendeu que “Espanha não pode governar contra a Catalunha”.