CGTP marca manifestação para dia 27 junto ao parlamento

A CGTP decidiu hoje marcar uma manifestação para dia 27, junto ao parlamento, na data em que será aprovado o Orçamento do Estado para 2022, e dar início a um conjunto de lutas por todo o país, em junho.

CGTP marca manifestação para dia 27 junto ao parlamento

CGTP marca manifestação para dia 27 junto ao parlamento

A CGTP decidiu hoje marcar uma manifestação para dia 27, junto ao parlamento, na data em que será aprovado o Orçamento do Estado para 2022, e dar início a um conjunto de lutas por todo o país, em junho.

A decisão da manifestação foi tomada numa reunião do Conselho Nacional (CN) da Intersindical, com o objetivo de “afirmar a indignação e o protesto face ao aumento do custo de vida, ao ataque ao poder de compra e aos direitos, ao aumento das desigualdades, das injustiças e da pobreza, bem como a exigência do aumento geral de salários para todos os trabalhadores, das pensões de reforma para os reformados”.

Para ler depois
Jerónimo de Sousa quer travão ao aumento do custo de vida
Jerónimo de Sousa considerou que “nenhuma das opções do Programa do Governo espanta” e reivindicou do executivo socialista uma política que “ponha um travão ao aumento do custo de vida” (… continue a ler aqui)

A redução do horário de trabalho e o combate à desregulação dos horários, a erradicação da precariedade, o emprego com direitos, uma legislação laboral que contribua para a valorização do trabalho e dos trabalhadores e a defesa dos serviços públicos são outras das reivindicações na base do protesto. A concentração marcada para dia 27 de maio, em Lisboa, será o ponto de partida para a intensificação dos protestos, “com ações e lutas em todos os setores, por todo o país, durante o mês de junho”.

Impala Instagram


RELACIONADOS