CDS-PP: Nuno Melo vai pedir a nulidade de deliberações de Conselho Nacional

Nuno Melo anunciou esta noite que vai pedir a nulidade das deliberações do Conselho Nacional, considerando que aquela reunião foi “o último ato da maior indignidade” da história do partido.

CDS-PP: Nuno Melo vai pedir a nulidade de deliberações de Conselho Nacional

CDS-PP: Nuno Melo vai pedir a nulidade de deliberações de Conselho Nacional

Nuno Melo anunciou esta noite que vai pedir a nulidade das deliberações do Conselho Nacional, considerando que aquela reunião foi “o último ato da maior indignidade” da história do partido.

Porto, 30 out 2021 (lusa) – O candidato à presidência do CDS-PP Nuno Melo anunciou esta noite que vai pedir a nulidade das deliberações do Conselho Nacional que decorreu sexta-feira, considerando que aquela reunião foi “o último ato da maior indignidade” da história do partido.

No Porto, em conferência de imprensa para reagir à decisão do Conselho Nacional de adiar o congresso eletivo para a presidência do CDS-PP para depois das eleições legislativas, o eurodeputado explicou ainda que já pediu uma audiência ao Presidente da República e acusou o líder do CDS de estar a “fugir à democracia”.

“Se [Francisco Rodrigues do Santos] fosse um ser que tivesse um resquício de espírito democrático aceitava ir a votos”, disse.

Na sexta-feira, o Conselho Nacional de Jurisdição deu razão ao candidato à liderança do CDS, considerando “nula e sem qualquer efeito a convocatória do Conselho Nacional”, segundo um documento a que a Lusa teve acesso, uma vez que a convocatória para a reunião não teria sido feita segundo as normas do partido.

Ainda assim o Conselho Nacional reuniu e o seu presidente, Filipe Anacoreta Correia, admitiu a realização de uma nova reunião do órgão máximo do partido entre congressos para ratificar as decisões tomadas nesta reunião e afastar dúvidas quanto à legalidade.

Hoje, o ex-secretário de Estado Adolfo Mesquita Nunes anunciou a sua desfiliação do partido, considerando que “o CDS das liberdades deixou de existir”, tendo sido seguido por alguns outros militantes.

Nuno Melo garantiu que se for eleito, “no dia a seguir” irá “pedir pessoalmente a esses militantes para voltarem para o partido”.

JCR (TA)// ACL

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS