Câmara do Rio de Janeiro abre processo de destituição do prefeito Marcelo Crivella

Câmara do Rio de Janeiro abre processo de destituição do prefeito Marcelo Crivella

A Câmara do Rio de Janeiro aprovou na terça-feira a abertura do processo de destituição (‘impeachment’) do prefeito Marcelo Crivella, por alegadas irregularidades em contratos de colocação de painéis e sinalização pública na cidade, avança a imprensa brasileira.

O processo de destituição obteve 45 votos a favor e 14 contra, numa votação em que era necessária maioria simples para a aprovação.

O pedido de ‘impeachment’ é da autoria de Fernando Lyra Reys, agente fiscal da Secretaria Municipal da Economia, que denunciou um alegado crime de responsabilidade (ação ilícita cometida por um agente político), envolvendo contratos de painéis e sinalização pública na cidade do Rio de Janeiro, em dezembro de 2018, que causaram prejuízos aos cofres públicos, de acordo com o portal de notícias G1.

O processo tem agora até 90 dias para ser concluído a partir da data da notificação ao prefeito. Durante este período, Crivella permanece no cargo.

Em setembro do ano passado, outro pedido de destituição contra Marcelo Crivella chegou a ser levado a plenário, mas foi rejeitado por 28 votos contra e 14 a favor.

Marcelo Crivella ocupa o cargo de prefeito da cidade do Rio de Janeiro desde janeiro de 2017.

MYMM // SR

By Impala News / Lusa

Siga a Impala no Instagram

Impala Instagram


RELACIONADOS

Câmara do Rio de Janeiro abre processo de destituição do prefeito Marcelo Crivella

A Câmara do Rio de Janeiro aprovou na terça-feira a abertura do processo de destituição (‘impeachment’) do prefeito Marcelo Crivella, por alegadas irregularidades em contratos de colocação de painéis e sinalização pública na cidade, avança a imprensa brasileira.