Cabo Verde “perdeu um grande amigo” com a morte de Eduardo dos Santos e está “de luto” – PR

O Presidente cabo-verdiano, José Maria Neves, afirmou hoje que Cabo Verde “perdeu um grande amigo” com a morte do ex-presidente de Angola José Eduardo dos Santos, pelo que o arquipélago está “de luto”.

Cabo Verde

Cabo Verde “perdeu um grande amigo” com a morte de Eduardo dos Santos e está “de luto” – PR

O Presidente cabo-verdiano, José Maria Neves, afirmou hoje que Cabo Verde “perdeu um grande amigo” com a morte do ex-presidente de Angola José Eduardo dos Santos, pelo que o arquipélago está “de luto”.

“Cabo Verde perde um grande amigo e um líder africano que sempre contribuiu para o crescimento económico e espiritual destas ilhas, de modo que também estaremos de luto pela morte do Presidente José Eduardo dos Santos”, afirmou o chefe de Estado cabo-verdiano.

José Maria Neves foi primeiro-ministro de Cabo Verde de 2001 a 2016, período em que José Eduardo dos Santos, enquanto Presidente de Angola (1979 a 2017), chefiava igualmente o executivo angolano.

José Eduardo dos Santos morreu hoje aos 79 anos numa clínica em Barcelona, Espanha, após semanas de internamento, anunciou a presidência angolana, que decretou cindo dias de luto nacional.

“O Presidente José Eduardo dos Santos foi um grande amigo de Cabo Verde, apoiou em vários momentos o processo de desenvolvimento do nosso país, mas também um grande amigo dos cabo-verdianos em Angola”, afirmou o Presidente cabo-verdiano, à margem de uma visita que está a realizar à ilha do Maio.

“Temos de lamentar a morte de José Eduardo dos Santos e apresentar ao Governo e ao povo de Angola as nossas condolências e também enviar um abraço de amizade e solidariedade à família de José Eduardo dos Santos”, disse ainda José Maria Neves.

José Eduardo dos Santos sucedeu a Agostinho Neto como Presidente de Angola em 1979 e deixou o cargo em 2017, cumprindo uma das mais longas presidências no mundo, marcada por acusações de corrupção e nepotismo.

Em 2017, renunciou a recandidatar-se e o atual Presidente, João Lourenço, sucedeu-lhe no cargo, tendo sido eleito também pelo Movimento Popular de Libertação de Angola (MPLA), que governa no país desde a independência de Portugal, em 1975.

PVJ // LFS

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS