Cabo Verde fechou 2020 com recorde de 1.244 MEuro de investimentos externos contratados

Cabo Verde fechou em 2020 um recorde de investimentos externos de 1.244 milhões de euros, num total de 27 projetos que estimam a criação de 12.435 postos de trabalho, segundo o vice-primeiro-ministro, Olavo Correia.

Cabo Verde fechou 2020 com recorde de 1.244 MEuro de investimentos externos contratados

Cabo Verde fechou 2020 com recorde de 1.244 MEuro de investimentos externos contratados

Cabo Verde fechou em 2020 um recorde de investimentos externos de 1.244 milhões de euros, num total de 27 projetos que estimam a criação de 12.435 postos de trabalho, segundo o vice-primeiro-ministro, Olavo Correia.

“Este resultado considerável é o mais elevado da história de Cabo Verde, e uma forte indicação que, com a implementação desses projetos, combinado com os grandes investimentos privados, haverá um forte crescimento económico nos próximos anos”, afirmou hoje Olavo Correia, que é também ministro das Finanças.

De acordo com o governante, em todo o ano de 2020, a Cabo Verde TradeInvest — entidade estatal que assegura a promoção e captação de investimentos externos para o arquipélago – concretizou um “volume recorde de investimento em projetos aprovados”. Totalizaram, até ao último dia de dezembro, 1.244.333.816 euros e 12.435 postos de trabalho “que deverão ser criados no decorrer da implementação dos mesmos”.

“O papel do Estado é cada vez mais de promotor e facilitador de processos de criação de riqueza, amiga de investimentos do setor privado que geram cada vez mais empregos, prosperidade e desenvolvimento do Cabo Verde”, defendeu Olavo Correia.

Globalmente, foram aprovados 27 projetos em 2020, sendo quatro convenções de estabelecimento, registo que compara com os 488.298.562 euros e 1.952 postos de trabalho em projetos de investimento externo fechados pela Cabo Verde TradeInvest em 2019.

O valor de investimento externo captado por Cabo Verde em 2020 duplica ainda o recorde anterior, de 2017, quando foram captados 600.877.434 euros, com previsão de 6.689 postos de trabalho.

Em 2020, um único projeto de investimento fechado com a Cabo Verde TradeInvest está orçado em 500 milhões de euros e envolveu a assinatura da convenção de estabelecimento do “Little África Maio”, que vai ser construído nos próximos três anos na ilha com o mesmo nome pelo grupo Internacional Holding Cabo Verde (IHCV). Trata-se do maior investimento turístico privado de sempre em Cabo Verde e prevê gerar 4.000 empregos.

O turismo, setor que representa 25% do Produto Interno Bruto (PIB) do país, mas que está parado desde março de 2020 devido às restrições da pandemia de covid-19, representa 80% do investimento externo contratado com a Cabo Verde TradeInvest, seguido pela indústria, com 19%.

Nestes projetos de investimento, as exportações de grogue, aguardente de cana-de-açúcar típica de Cabo Verde, e seus derivados, mais do que duplicaram, acrescenta a informação divulgada pelo vice-primeiro-ministro.

PVJ // VM

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS