Brexit: Costa sublinha oportunidade para Portugal e Reino Unido aprofundarem

Brexit: Costa sublinha oportunidade para Portugal e Reino Unido aprofundarem “relação especial”

O primeiro-ministro, António Costa, defendeu hoje que o ‘Brexit’ é uma oportunidade para Portugal e o Reino Unido aprofundarem a sua “relação especial” secular.

Londres, 11 abr (Lusa) — O primeiro-ministro, António Costa, defendeu hoje que o ‘Brexit’ é uma oportunidade para Portugal e o Reino Unido aprofundarem a sua “relação especial” secular, numa intervenção num evento destinado a atrair investimento britânico.


“Temos de transformar o ‘Brexit’ numa oportunidade para ambos os nossos países aprofundarem a nossa relação especial, tanto política como economicamente. O importante agora é minimizar as consequências negativas do ‘Brexit’ e desenvolver um relacionamento o mais próximo possível do Reino Unido”, afirmou Costa, no discurso de encerramento do fórum económico Portugal/Reino Unido realizado no edifício da Bloomberg em Londres.


Discursando em inglês, António Costa salientou que “o projeto europeu é de paz e progresso, mas também de oportunidade”.


“E continuará a ser. As empresas britânicas continuarão a atravessar o canal em busca de produtos personalizados e lucros, assim como o nosso”, acrescentou.


Numa referência ao tratado de Windsor de 1386, o primeiro-ministro prometeu que Portugal será sempre “um amigo do Reino Unido e um amigo das empresas britânicas”, acrescentando: “Em Portugal, encontrarão um porto seguro e um terreno fértil para o seu investimento. Com efeito, para as empresas britânicas, eu digo – ao abrir em Portugal, podem ter um dois-em-um, ‘Brexit’ no Reino Unido e permanecer na UE, investindo em Portugal”.


Intitulado “Uma Aliança em Expansão”, o fórum acolheu cerca de duas centenas de convidados, como representantes da indústria financeira e empreendedores, e teve entre os oradores Bernardo Trindade, presidente da missão especial Portugal IN, o grupo de trabalho criado para atrair investimento britânico na sequência do ‘Brexit’, e Luís Castro Henriques, presidente da AICEP Portugal Global.


Os presidentes da Cohort, Andrew Thomis, da Claranet, Charles Nasser, e da Colt Technology Services, Carl Grivner, falaram sobre as experiências enquanto empresas que investiram recentemente no mercado português.


Nuno Sebastião, presidente da Feedzai, Henry Wigan, da Mustard Seed, e Gonçalo de Vasconcelos, co-fundador da Syndicate Room, debateram a inovação em Portugal em termos de tecnologia e finanças.


Segundo dados partilhados no evento, o Investimento Direto Estrangeiro (IDE) britânico em 2017 subiu 427%, para 758 milhões de euros, comparando com os 144 milhões de euros registados em 2016, tomando a quarta posição na tabela de investidores estrangeiros e a segunda no conjunto dos países europeus.


Porém, o valor de 2017 ainda não chegou ao pico registado em 2015, quando Portugal atraiu 853 milhões de euros de investimento britânico.


O mercado britânico é o quarto maior destino para as exportações de bens e serviços portugueses, que em ascenderam a 8.074 milhões de euros, um aumento de 7,4% face aos 7.521 milhões em 2016.


O saldo da balança comercial foi no ano passado de 4.675 milhões de euros, tendo em conta as importações de 3.399 milhões de euros que Portugal fez de bens e serviços britânicos.


O Reino Unido é também o principal mercado emissor de turistas: em 2017 contabilizou um crescimento de 14,3% para 2.591 em termos de receitas relativamente ao ano anterior, e um aumento de 1,1% em número de dormidas, 9.280 registadas no ano passado.


António Costa completa hoje uma visita de dois dias de visita a Londres, que começou na terça-feira com um encontro em Downing Street com a homóloga britânica, Theresa May, seguido por um encontro com a comunidade portuguesa na residência do embaixador de Portugal no Reino Unido, Manuel Lobo Antunes, e um jantar com o Centro Português de Estudos.


Esta manhã começou por um pequeno almoço com potenciais investidores, também na Bloomberg, parceira da AICEP e pela Portugal In na organização do fórum económico.


Na parte da tarde está prevista uma reunião com o príncipe André, antigo representante especial para o Comércio e Investimento Internacional, e a intervenção numa conferência económica sobre negócios entre Portugal e a Índia.




BM // JPS

By Impala News / Lusa


RELACIONADOS

Brexit: Costa sublinha oportunidade para Portugal e Reino Unido aprofundarem “relação especial”

O primeiro-ministro, António Costa, defendeu hoje que o ‘Brexit’ é uma oportunidade para Portugal e o Reino Unido aprofundarem a sua “relação especial” secular.