Bragança fica com parte da Secretaria de Estado da Valorização do Interior

A ministra da Coesão Territorial, Ana Abrunhosa, anunciou hoje que, a partir de segunda-feira, parte da Secretaria de Estado da Valorização do Interior passa a funcionar em Bragança, no parque tecnológico Brigantia Ecopark.

Bragança fica com parte da Secretaria de Estado da Valorização do Interior

Bragança fica com parte da Secretaria de Estado da Valorização do Interior

A ministra da Coesão Territorial, Ana Abrunhosa, anunciou hoje que, a partir de segunda-feira, parte da Secretaria de Estado da Valorização do Interior passa a funcionar em Bragança, no parque tecnológico Brigantia Ecopark.

A secretária de Estado da Valorização do Interior, Isabel Ferreira, é de Bragança e a cidade passará a ser a base de trabalho da governante junto com três técnicos, enquanto a restante equipa fica no Terreiro do Paço, em Lisboa.

A ministra Ana Abrunhosa fez hoje o anúncio, em Bragança, durante uma visita que serviu para acertar com a Câmara e o Instituto Politécnico a solução para a instalação nesta cidade da Secretaria de Estado.

“E essa solução está encontrada. A Secretaria de Estado da Valorização para o Interior terá uma parte da sua equipa em Bragança para funcionar efetivamente. Teremos na secretaria de Estado transmontanos a trabalhar em Bragança no parque tecnológico Brigantia Ecopark, a partir de segunda-feira”, afirmou.

Para a ministra, este “é um sinal” de que o Governo pretende “em termos de valorização do Interior associar o conhecimento, as instituições do conhecimento, mas também as autarquias e outras instituições que são fundamentais para o desenvolvimento do Interior”.

“Posso dizer que ficou definindo que uma parte de serviços da Secretaria de Estado ficarão instalados no Brigantia Ecopark e que a secretária de Estado passará uma parte do seu trabalho aqui, e que já temos equipa que a partir de segunda-feira trabalhará a partir daqui”, concretizou.

Bragança será a base de trabalho da nova secretária de Estado, Isabel Ferreira, que, segundo a ministra, é secretária de Estado de todo o país e, por isso, “terá de andar por todo o país como anda a ministra”.

A secretária de Estado Isabel Ferreira é de Bragança, investigadora do Instituto Politécnico de Bragança e coordenadora de um dos centros de investigação, o de montanha, considerado de excelência.

A ministra Ana Abrunhosa defendeu que se a descentralização como a instalação em Bragança da Secretaria de Estado “não acontecer só haverá pessoas de Lisboa nos ministérios”.

“Esta é uma oportunidade de termos transmontanos que conhecem muito bem a realidade do Interior a trabalhar na Secretaria de Estado”, acrescentou.

A governante vincou que quer com isto “também dar um sinal de que no interior há pessoas de muito valor”, como a secretária de Estado, “que fazem vida no interior, que escolheram o interior para trabalhar e para viver, que têm carreiras brilhantes, carreias internacionais”.

HFI // JAP

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS