Borrell alerta para redução dos arsenais na UE

O chefe da diplomacia da União Europeia (UE) alertou hoje para a redução dos arsenais dos Estados-membros do bloco comunitário com a entrega de armas e munições à Ucrânia, para responder à invasão russa, apelando a uma maior coordenação.

Borrell alerta para redução dos arsenais na UE

Borrell alerta para redução dos arsenais na UE

O chefe da diplomacia da União Europeia (UE) alertou hoje para a redução dos arsenais dos Estados-membros do bloco comunitário com a entrega de armas e munições à Ucrânia, para responder à invasão russa, apelando a uma maior coordenação.

“As reservas militares de muitos Estados-membros foram, não diria esgotadas, mas fortemente reduzidas porque temos estado a fornecer muita capacidade [militar] aos ucranianos”, disse Josep Borrell, numa intervenção feita ‘online’ num debate com legisladores europeus, em Praga, na República Checa.

“Têm de ser repostas e a melhor maneira é ser feito conjuntamente — e a mais barata”, salientou o Alto Representante da UE para os Negócios Estrangeiros e a Política de Segurança, reforçando que se os Estados-membros aumentarem a sua capacidade militar todos do mesmo modo, “o resultado será um enorme desperdício de dinheiro porque não há maneira de cancelar as duplicações — e há muitas — nem de resolver as faltas”.

A ofensiva militar russa iniciada no território ucraniano em 24 de fevereiro – justificada pelo Presidente russo, Vladimir Putin, com a necessidade de “desnazificar” e desmilitarizar a Ucrânia para segurança da Rússia – foi condenada pela generalidade da comunidade internacional, que tem respondido com o envio de armamento para Kiev e a imposição a Moscovo de sanções.

IG // SCA

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS